Prepare-se! Juros cobrados no empréstimo consignado do INSS vão aumentar

Os juros cobrados no empréstimo consignado do INSS (Instituto Nacional do Instituto Nacional do Seguro Social) vão subir a partir de janeiro do próximo ano. A estimativa é que a taxa passe a ser de 2,14% para o empréstimo pessoal consignado e de 3,06% para o cartão de crédito.

Neste ano, o empréstimo consignado do INSS possui uma taxa de juros de 1,80% para o empréstimo pessoal consignado e 2,7% para o cartão de crédito. Porém, para o próximo ano, haverá uma alta nas taxas.

A estimativa é que em 2022 o empréstimo consignado do INSS passe a ser de 2,14% para o empréstimo pessoal consignado e de 3,06% para o cartão de crédito. Diante disso, a alta será de 18,9% no empréstimo e de 13,3% na taxa do cartão de crédito.

O reajuste no empréstimo consignado do INSS atende ao pedido das instituições bancárias, após a queda nos juros durante a pior fase da pandemia. Além disso, os bancos passaram por período de congelamento nas taxas de juros, devido à crise gerada pela doença.

A queda nos juros e o congelamento das taxas estão acontecendo no Brasil desde março de 2020, após os primeiros casos de Covid-19 serem registrados no país. Desde então, as taxas do consignado caíram e permaneceram no mesmo patamar.

Diante disso, os novos juros foram autorizados pelo CNPS (Conselho Nacional de Previdência Social) em reunião na última segunda-feira (6). Em justificativa para o reajuste, o Conselho afirmou que a medida faz parte das políticas de educação financeira para os aposentados e pensionistas do INSS.

Os pontos principais serão definidos pelo CNPS e deverão ser custeadas pelas instituições bancárias. A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) afirmou em nota que a medida é necessária para que as instituições possam continuar oferecendo esse serviço.

Segundo a Febraban, o principal custo das operações de crédito consignado é o de captação. “Os bancos entendem ser importante evitar que o custo de captação e das despesas do crédito consignado inviabilizem a concessão de benefícios… particularmente neste período de final e início de ano”, diz o texto.

A federação afirma que o empréstimo consignado é a melhor modalidade de crédito para os aposentados e pensionistas do INSS. Diante disso, é usado para custear o pagamento de dívidas, exames, remédios e contas do dia a dia.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.