Mais dinheiro em 2022! Como deixar de gastar e começar a investir parte da sua renda?

Pontos-chave
  • Os brasileiros que desejam investir o seu dinheiro no mercado podem começar a fazer isso;
  • Há vários tipos de investimentos divididos em dois: renda fixa e renda variável;
  • Os investimos podem ser feito com menos de R$30.

Com o final do ano se aproximando, as pessoas querem fazer mudanças em suas vidas. Uma das metas sempre colocadas é deixar de gastar o dinheiro e começar a investir. Mas afinal, como isso é possível?.

É necessário muito dinheiro para começar a investir?

Não. Para começar a investir podemos usar um valor muito menor que o preço de um smartphone. Atualmente, o mundo dos investimentos está muito mais acessível e democrático para aqueles que desejam entrar nesse mundo. 

É possível fazer aplicações em títulos do tesouro direto com pouco mais de R$30 ou em ações e fundos de investimentos com cerca de R$100, assim como os CDBs pelo mesmo valor. Além disso, existem, BDRs com aplicações iniciais no valor de R$50.

Onde investir o dinheiro que economizei?

O primeiro passo antes de fazer investimentos é entender o seu perfil de investidor. As corretoras de valores aplicam um teste e sempre indicam se um investimento é adequado ou não para o seu perfil.

Há alguns investimentos que são destinados para o perfil deste investidores e as corretoras podem ajudá-los a encontrar aquele que atende às suas necessidades.

Para definir primeiro é preciso definir qual instrumento financeiro deseja negociar e logo depois fazer uma busca pelo corretor para seu perfil. Antes de começar a investir é preciso definir alguns pontos e ter eles bem claros.

Veja 17 formas de como ganhar dinheiro na internet em 2022

Renda fixa

Os títulos do tesouro direto são os mais democráticos, com investimentos a partir de R$30. Essa é a opção mais segura dos mercado, com baixos risco e diversos prazos. Assim, são ótimos exemplos de aplicações para aqueles que estão iniciando neste mundo. 

Uma outras alternativa são CDBs, no qual o cliente está emprestando um dinheiro ao banco. Porém, em troca, na data de vencimento o dinheiro será pago de volta com rentabilidade.

Os CDBs possuem prazos de resgate de 6, 12, 18, 24 e 36 meses e são indicados para estratégias de investimento de médio a longo prazo.

Há ainda a chamada liquidez diária, em que o dinheiro pode ser resgatado em até um dia útil. Alguns só permitem que o resgate seja realizado na data de vencimento.

Uma outra vantagem é que os CDBs têm proteção do Fundo Garantidor de Créditos (FGC). Esse é um fundo que garante aos clientes a devolução de valores depositados caso a instituição financeira tenha algum problema, quase como um “seguro”. O FGC cobre depósitos de até R$ 250 mil por CPF e por instituição financeira.

Fundos de investimento

Já os fundos são uma modalidade de investimento coletivo, no qual, reúne recursos financeiros de diversos investidores para um investimento realizado em conjunto. Assim, várias pessoas acabam investindo em um fundo que é composto por diversos ativos e é gerido por um especialista. 

O profissional faz a gestão de todo o patrimônio, que deve estar na forma de ações, imóveis, títulos públicos, derivativos, entre outros. Na prática, o fundo funciona como um condomínio.

Há fundos com valores mínimo de aplicação a partir de R$1, que estão em diversos mercados com diferente fatores de risco. 

 fundos de várias modalidades, como ações, multimercado e de renda fixa. É um tipo de produto que, pelo leque de possibilidades, sempre vale a pena dar uma olhada.

Ações, ETFs e fundos imobiliários

Essas são ações da Bolsa de Valores. Caso você já tenha construído uma reserva de emergência, pode buscar mais rentabilidade como nas ações, fundos de índice ETF e até fundos imobiliários. 

Todos os investimentos são negociados na Bolsa de Valores, elas rendem mais, porém são de alto risco. 

Além disso, a categoria não tem um retorno previsível, pois o preço de investimentos e o rendimento pode mudar em questões de horas.

BDRs

Essa é a sigla para  Brazilian Depositary Receipt, um certificado de depósito emitido e negociado no Brasil que representa ações de empresas listadas em Bolsas de outros países, como na NASDAQ e na NYSE, dos Estados Unidos.

Essa é uma forma mais simples dos investidores brasileiros investirem em empresas internacionais, sem que seja necessário abrir uma conta em corretora estrangeira nem enfrentar a complexidade de investimentos internacionais.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.