Alliar aceita proposta de aquisição da Tanure de até 62,6 milhões em ações

Na última sexta-feira (26), a Alliar comunicou que seus acionistas controladores aceitaram a oferta da MAM Asset Management, gestora do empresário Nelson Tanure, para a aquisição de até 62,6 milhões de ações, por R$ 20,50 cada papel.

publicidade

De acordo com a Alliar, rede de medicina diagnóstica, cada acionista pode vender a totalidade de suas ações ou parte delas. O grupo de acionistas controladores — que possuem 52,79% da Alliar — recebeu a proposta de Tanure na semana passada, segundo o Valor, sendo que um dos fundos do comprador já tem 27,87% do capital social da empresa.

Se todos os acionistas venderem seus papeis, Nelson Tanure desembolsará aproximadamente R$ 1,3 bilhão. Com isso, o empresário passará a ter controle de 83% do Alliar.

O empresário Tanure se tornou o maior acionista após cem dias de disputa pelo controle da empresa. Entre os laboratórios da rede de medicina diagnóstica, está o CDB, em São Paulo.

publicidade

Ele já detém quase 30% — sendo que 25% foram adquiridos, em agosto, da Pátria, gestora de private equity que criou a Alliar. O restante das ações foi comprado, pelo empresário no mercado.

Depois desse acordo, o empresário Tanure deve fazer uma oferta pública de aquisição (OPA) aos minoritários. O procedimento deve acontecer nas mesmas condições, conforme determinadas pelas regras do Novo Mercado.

Alliar aceita proposta de Tanure, que pode totalizar R$ 2,3 bilhões

De acordo com o Valor, ao considerar as participações que Tanure e uma adesão de 100% na OPA, o investimento do empresário na Alliar pode chegar a R$ 2,3 bilhões.

Nelson Tanure desembolsou R$ 18 pelo papel na transação com a Pátria. Pelas ações que comprou na bolsa de valores brasileira, a B3, foi pago um valor um pouco menor. Ainda não há conhecimento sobre qual será a adesão do bloco de controle e do “free float”.

Conforme fontes apuradas pelo Valor, o empresário se esforça para que eles sigam no negócio ou vendam somente parte das ações. O argumento é que a companhia crescerá por meio de seu comando.

Entre os meses de janeiro e setembro, a Alliar registrou receita líquida de R$ 865 milhões. O lucro obtido foi de R$ 33 milhões.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.