Turquia: O que está acontecendo em um dos únicos países com inflação pior que o Brasil?

Atualmente, a Turquia passa por uma grave crise econômica. Segundo a CNBC, a inflação do país está próxima a 20%. Enquanto os valores disparam, a lira turca despenca. Nesta terça-feira (23), a moeda registrou redução de quase 9%, conforme a Reuters.

Turquia: O que está acontecendo em um dos únicos países com inflação pior que o Brasil?
Turquia: O que está acontecendo em um dos únicos países com inflação pior que o Brasil? (Imagem: Montagem/FDR)

A moeda turca passou por queda após o presidente do país, Tayyip Erdogan, defender a redução acentuada nos juros — mesmo com a inflação em alta. O juros menor permite que as pessoas tenham acesso a mais crédito, coloca dinheiro rodando e, logo, aumenta o preço das coisas. A lira chegou a valor de 12,49 por dólar. Pela 11ª sessão consecutiva, a moeda local registrou uma mínima recorde.

Neste ano, a moeda já teve redução de 40% do valor. Ao considerar apenas desde o começo da semana passada, houve uma queda de 20%. Este cenário agrava a crise da Turquia.

A persistência de Erdogan em manter os juros baixos por motivos políticos tem feito com os preços aumentem no país. Os investidores seguem preocupados com a situação da política monetária.

Desde setembro, a nação cortou os juros em 4 pontos percentuais. Essa postura contraria a tendência global — em que os bancos centrais consideram apertar a política monetária, por conta da retomada mundial da pandemia de covid-19 que impacta a inflação.

No entendimento do presidente da Turquia, o afrouxamento monetário tem o objetivo de elevar os empregos, investimentos e exportações. Segundo ele, as medidas governamentais integram uma mudança de longo prazo.

O ex-vice presidente do banco central, Semih Tumen, solicitou uma retomada imediata das políticas que protegem o valor da moeda local. Em outubro, Tumen foi demitido por Erdogan.

Possíveis consequências negativas para a Turquia

Diante das determinações do presidente da Turquia, de diminuir os juros, o país pode ser afetado profundamente. Diversos analistas apurados pela Bloomberg questionam se os impactos afetarão seu controle de poder.

A rápida desvalorização da lira turca sobe o custo dos produtos para a população, em geral. A base formada pela classe trabalhadora é a mais afetada. O setor bancário também passa por riscos.

A última vez que a moeda local teve uma fase de perdas tão longas foi em 2001. Na ocasião, a Turquia apresentava uma hiperinflação e dívidas crescentes — que resultaram na ocupação do Partido AK, de Erdogan, ao poder.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.