Prestes a fazer IPO, Nubank vê BC falar em mais regulação para fintechs: como banco será atingido?

A possível regulação do BC (Banco Central) que prejudicou fortemente as ações do PagSeguro na Nasdaq, pode acabar refletindo no Nubank, que está com IPO prestes a ser lançado na bolsa americana. Saiba detalhes.

Em apenas dois dias, o PagSeguro perdeu cerca de 30% do valor na bolsa, porcentagem que representa R$20 bilhões. Isto aconteceu após o Banco Central anunciar uma consulta pública com a intenção de limitar as taxas de cartões pré-pagos. Os investidores logo projetaram uma queda de receita e de lucro, consequentemente. É estimada uma perda de R$250 milhões, segundo JP Morgan.

O Banco Inter, que tem negócio similar ao Nubank, também registrou forte queda, acumulando baixa de quase 20% no último mês. A principal preocupação, nesse caso, é que o BC passe aumentar a exigência de capital para os bancos digitais.

A questão acontece justo quando o Nubank se prepara para abrir seu capital e coloca dúvidas sobre o processo, e pode baixar o preço dos papéis.

Faturamento esperado pelo Nubank com IPO

O Nubank espera levantar até US$ 3,6 bilhões em sua oferta de ações na bolsa americana, Nasdaq. 

De acordo com o prospecto, o Nubank irá ofertar 289.150.555 milhões de ações ordinárias nos EUA, que servirão como base dos BDRs que serão negociados aqui no Brasil. A estimativa para a faixa indicativa do preço das ações está entre entre US$ 10,00 e US$ 11,00 (ou R$ 56,12 e R$ 61,74 em reais).

Segundo estimativas da fintech, o preço de subscrição por BDR ficará entre R$ 9,35 e R$ 10,29, levando em consideração a proporção de seis BDRs para cada ação ordinária. Os papéis serão negociados sob o código “NUBR33”.

O Nubank irá destinar R$202 milhões de sua oferta de BDRs para clientes da fintech. Nenhum custo será cobrado para quem se interessar pelos papéis. O benefício foi batizado de NuSócios e é uma ação inédita de oferta de BDRs. Caso a demanda supere a oferta pelos BDRs será respeitada a ordem de adesão dos clientes.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.