Enem 2021 fica suspenso para 554 candidatos em Pernambuco; e agora?

Estudantes ficaram sem fazer a prova do Enem 2021 após falta de energia em local de aplicação. Outro problema foi registrado no mesmo estado, mas, esses estudantes conseguiram fazer o exame.

Enem 2021 fica suspenso para 554 candidatos em Pernambuco; e agora?
Enem 2021 fica suspenso para 554 candidatos em Pernambuco; e agora? (Imagem: FDR)

Estudantes de Pernambuco enfrentaram problemas na aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio de 2021 do último domingo, 21.

No estado dois problemas aconteceram na Faculdade de Escada (Faesc), que fica na Zona da Mata e no campus Instituto Federal Sertão Pernambucano, em Petrolina.

Estudantes sem fazer a prova do Enem 2021 em Pernambuco

Na Faesc, 554 participantes não fizeram as provas do exame, isso porque houve falta de energia no município.

“Em Escada, houve falta de energia elétrica em toda a cidade. A energia foi restabelecida, mas em um dos quatro locais não voltou. A tentativa agora é de suspender a prova para que esses alunos façam a prova no próximo mês de janeiro”, afirmou o tenente-coronel Darlan Bartolomeu, coordenador da Diretoria de Planejamento Operacional da PM.

O problema foi iniciado logo após o começo da aplicação do exame, as 13h12. E foi provocado por uma queimada sob uma linha de transmissão perto da cidade, informou a Neoenergia Pernambuco, que disse ter restabelecido o fornecimento às 16h27.

Ou seja, fora do tempo para início da aplicação das provas, nesse caso, os estudantes têm direito a reaplicação das provas do Enem 2021.

No portal do exame encontramos a seguinte informação sobre a reaplicação:

O participante afetado por problemas logísticos durante a aplicação poderá solicitar a reaplicação do exame em até cinco dias após o último dia de aplicação, 28 de novembro, no endereço <enem.inep.gov.br/participante>. Os casos serão julgados, individualmente, pelo Inep”.

O Ministério da Educação e o INEP ainda não se pronunciaram sobre o caso.

Problemas na aplicação do Enem 2021

Além dessa situação, outro problema foi registrado no mesmo estado, nesse caso no campus Instituto Federal Sertão Pernambucano, em Petrolina.

Nesse caso, o laboratório de informática apresentou problemas. O que atrasou em duas horas a aplicação das provas de 40 participantes, eles só puderam começar a responder as questões após as 16h30.

Em nota o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IFSertão) informou que:

“Todos os equipamentos utilizados na aplicação do Enem Digital no campus Petrolina foram testados previamente e não apresentaram nenhum tipo de problema na execução do programa da prova”.

Fique bem informado com a editoria de carreiras do FDR.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR. Jamille utiliza sua experiência na área da educação para cobrir notícias sobre cursos, vestibulares, empregos e concursos.