RS pode flexibilizar comprovante de vacinação após avanço da campanha

Cerca de metade das cidades do estado do Rio Grande do Sul já atingiram 90% da população adulta com o esquema de vacinação completo contra a covid-19. Com isso, o estado pode começar a flexibilizar a exigência do comprovante de vacinação.

O comprovante de vacinação está sendo exigido no estado do Rio Grande do Sul para as atividades com alto risco de contágio. Com isso, apenas quem tomou as duas doses ou dose única, no caso da vacina da Janssen, pode acessar a esses locais e eventos.

Porém, na última quinta-feira (18), o governo do Estado apresentou novos dados sobre a campanha de imunização contra a Covid-19. De acordo com os dados, das 497 cidades gaúchas, 237 delas (47,6%) possuem 90% da população adulta com o esquema de vacinação completo.

Esse índice permite a flexibilização da exigência do comprovante de vacinação. Com isso, essas 237 cidades podem, caso queiram, parar de exigir a apresentação do passaporte vacinal para acesso aos locais que possuem um alto risco de contágio.

A exigência do passaporte vacinal no Rio Grande do Sul passou a vigorar no dia 18 de outubro. Dessa maneira, há pouco mais de um mês o documento está sendo exigido para as atividades mencionadas.

A exigência foi adotada, após a flexibilização e retorno das atividades, devido à redução de casos e mortes por Covid-19. Dessa maneira, a medida visou conter a disseminação da doença e reduzir o risco de uma possível nova fase de contágio. Veja abaixo os cinco grupos de atividades em que o documento é exigido:

  • Casas noturnas e demais eventos sociais;
  • Competições esportivas, como jogos de futebol;
  • Atividades artísticas como cinemas, teatros e shows;
  • Atividades coletivas de lazer como parques de diversão e temáticos;
  • Feiras e exposições.

Mesmo diante desse número, a maior parte dos municípios gaúchos, 260 (52,3%), ainda não atingiram o índice desejado de imunização. Esses precisam manter a exigência obrigatória do comprovante de vacinação nos eventos e locais determinados pela Secretaria Estadual de Saúde.

Entre as cidades, está Porto Alegre que no dia 16 registrou 1.030.421 moradores com o esquema vacinal completo. Desse quantitativo, 986.558 recebeu a segunda dose e 43.863 tomaram a vacina de dose única (imunizante da Janssen).

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.