Fim do passaporte da vacina? Governo não quer exigir imunização contra COVID-19

O passaporte da vacina está sendo solicitado por estados e países, ao receber turistas em locais fechados. O documento comprova o recebimento da sequência vacinal contra a Covid-19. Porém, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) quer acabar com essa exigência.

Segundo o presidente, o passaporte da vacina é discriminatório e os brasileiros têm o direito de recusar a vacinação. Além disso, criticou os municípios que estão proibindo a entrada de estudantes que não estão imunizados nas escolas.

Ele afirmou que é inadmissível que prefeitos proíbam a matrícula de jovens que não estão vacinados. Em defesa, argumentou que as vacinas são de uso emergencial e que, portanto, a sua eficácia ainda não pode ser conclusiva.

O chefe do executivo também enfatizou que o país é democrático e que deve respeitar a liberdade. Portanto, cada brasileiro tem o direito de escolha e que não se deve negar a liberdade em prol da segurança.

Os estados do Rio Grande do Sul, Amazonas, Pará, Pernambuco e Espírito Santo já exigem o passaporte da vacina. Em Santa Catarina há a exigência de um comprovante apenas para os eventos. Porém, esse pode ser substituído por um teste RT-PCR realizado nas últimas 72 horas.

Como emitir o passaporte da vacina?

O passaporte da vacina pode ser emitido no aplicativo ou site do Ministério da Saúde: Conecte SUS. Nessa plataforma é possível consultar todos os dados do imunizante recebido, como lote, data de validade e local de aplicação.

É importante lembrar que só terá direito ao passaporte da vacina os brasileiros que completaram o esquema vacinal contra a Covid-19. O documento pode ser baixado no formato PDF sendo válido por 12 meses. Veja abaixo o passo a passo de como emitir o documento:

  • No site ou no aplicativo, clique na aba “vacinas”;
  • Depois, clique no box que contém as informações da dose;
  • Em seguida, clique em “Passaporte da vacina” (essa opção só aparece para quem completou o esquema vacinal).

O aplicativo funciona em aparelhos com o sistema operacional iOS ou Android. Para acessar, é preciso ter uma conta no sistema do Governo Federal, que pode ser realizada com CPF e um e-mail pelo site Cadastro Acesso Gov.br ou diretamente no aplicativo.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.