Carteira de Trabalho Digital soma 500 milhões de acessos com serviços online

A plataforma Carteira de Trabalho Digital atingiu de 500 milhões de acessos, desde a sua criação em janeiro de 2019. De acordo com os dados do Governo Federal, 272 milhões de acessos foram realizados em 2020.

O aplicativo Carteira de Trabalho Digital foi criado em 2019, por meio da Portaria nº 1.065, de 23 de setembro de 2019. Com isso, substituiu o documento físico de papel, não sendo mais preciso emitir na contratação em empresas que já utilizam o eSocial.

Com isso, a Carteira de Trabalho Digital tem como objetivo oferecer praticidade e rapidez nos processos de admissão e atualização dos dados dos trabalhadores. Segundo o Ministério do Trabalho, a digitalização dos dados também oferece mais segurança às informações.

O aplicativo é gratuito e está disponível nas lojas virtuais App Store e Play Store, ou no portal gov.br. O documento é emitido para todo brasileiro ou estrangeiro que tenha inscrição no Cadastro das Pessoas Físicas (CPF).

Acesso a Carteira de Trabalho Digital

Desde a sua criação já foram registrados 500 milhões de acessos ao aplicativo. No ano passado, 272 milhões de acessos foram realizados e neste ano, já foram registrados 231 milhões de acessos.

A plataforma permite o acompanhamento dos registros de sua vida laboral, nas bases de dados governamentais. De acordo com o Ministério do Trabalho, até mesmo as informações registradas na Carteira de Trabalho em papel foram incluídas no sistema.

Com a pandemia e com o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm) muitos trabalhadores passaram a usar a plataforma para acompanhar os pagamentos.  Esse benefício foi pago durante o ano passado e neste ano.

Além desse acompanhamento, o trabalhador também pode fazer a requisição do seguro-desemprego e o acompanhamento do Abono Salarial. Desde a sua criação, 59% dos requerimentos feitos foram feitos pelos meios eletrônicos (app ou site).

Sendo assim, dos 12,7 milhões de requerimentos, 7,5 milhões foram feitos digitalmente. Os pedidos digitais aumentaram ainda mais, devido á pandemia de Covid-19 e as restrições sociais.

De acordo com os dados apresentados pelo governo, 41,6 milhões de pessoas já baixaram o aplicativo. Dessa maneira, unindo o app e o portal, mais de 49,9 milhões de trabalhadores foram beneficiadas com a digitalização do serviço.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.