Faz trabalho autônomo? Veja opções para ter benefícios e aposentadoria do INSS

Aqueles que trabalham por conta própria, ou seja, autônomos, devem reservar uma parte do seu dinheiro mensal para realizar contribuições com o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Assim, garantirão o direito a benefícios previdenciários, como auxílio-doença, pensão e aposentadorias.

Faz trabalho autônomo? Veja opções para ter benefícios e aposentadoria do INSS
Faz trabalho autônomo? Veja opções para ter benefícios e aposentadoria do INSS (Imagem: FDR)

Essa contribuição deve ser realizada por meio da GPS (Guia da Previdência Social) e pode ser acessada no site Meu INSS, ou adquirida em bancas e papelarias pelo preço de R$ 3,50, em média.

Os contribuintes que realizam o preenchimento da guia manual devem estar atentos para não errar nenhum dado e nem campo em branco, pois ambos podem invalidar a contribuição. 

Contribuições

Para poder receber todos os benefícios e todos os tipos de aposentadoria, os trabalhadores devem recolher 20% sobre o salário do autônomo, entre o salário mínimo no valor de R$ 1.100, neste ano e o teto previdenciário no valor de R$ R$ 6.433,57. Neste caso, o autônomo precisa preencher com o código número 1007.

O profissional que recolhe em cima de 11% do seu rendimento mensal, o código a ser informado deve ser o 1163. Essa modalidade de contribuição garante a aposentadoria por idade, pelo valor de um salário mínimo.

Vale lembrar que as contribuições como autônomo só podem ser feitas se o trabalhador tiver como comprovar que tem atividade remunerada no período.

Comprovantes

Os comprovantes devem possuir a autenticação bancária impressa no documento. Sem ela, o recolhimento poderá ser desconsiderado pelo INSS.

Ao realizar o pagamento, guarde os comprovantes de pagamento para que, caso o INSS perca a informação de algum pagamento, o autônomo tenha como comprovar os recolhimentos.

Aqueles que realizam o pagamento pelo internet banking, podem salvar o comprovante de pagamento direto no computador.

Quais os benefícios de ser contribuinte da Previdência?

Os trabalhadores que mantém os seu INSS em dia podem ter acesso aos seguintes benefícios:

  • auxílio-doença
  • aposentadoria por invalidez
  • salário-maternidade
  • auxílio-reclusão
  • pensão por morte para dependentes
  • aposentadorias (não é exigida qualidade de segurado para se aposentar)

Como fazer a contribuição pela internet?

  1. Acesse o site http://sal.receita.fazenda.gov.br/PortalSalInternet/faces/pages/index.xhtml
  2. Clique na opção que se encaixa no seu caso
  3. Preencha a categoria, o número do seu PIS/Pasep (que está na carteira de trabalho ou no Cnis) e as letras de segurança informadas pelo site
  4. Confira se todos os dados da próxima tela estão corretos. Se estiverem, clique em “Confirmar”
  5. Informe o mês (competência) da contribuição (seja ela em atraso ou em dia) e a sua remuneração (quanto você recebeu naquele mês)
  6. Confira se os dados do cálculo estão corretos. Se sim, basta clicar em “emitir GPS”
  7. Realize a impressão do GPS para pagar em bancos ou lotéricas ou utilizar o aplicativo do seu banco.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.