Supera RJ ainda não foi pago para 21 mil famílias pobres do estado

Segundo o governo estadual do Rio de Janeiro, mais de 21 mil beneficiários do programa Supera RJ ainda não receberam o cartão que disponibiliza o recurso. Os pagamentos já foram feitos, mas sem o cartão não é possível realizar as compras.

O programa Supera RJ foi lançado no mês de junho e é destinado as famílias fluminenses que estão em situação de vulnerabilidade social durante a pandemia de Covid-19. A ajuda financeira é repassada por meio de depósito no cartão entregue aos beneficiários.

Os cidadãos que foram contemplados pelo Supera RJ, mas que, até agora, não conseguiram retirar o cartão do programa reclamam do sistema. Segundo eles, no site mostra que a retirada estava disponível em determinado lugar, mas ao chegar o mesmo não se encontra.

Outros contemplados alegam que, mesmo com a informação de que o cartão já foi emitido, o site do programa não mostra onde o mesmo deve ser retirado. Para piorar, há casos em que é informado que o benefício já foi sacado, podendo assim ter acontecido alguma fraude.

Diante disso, os beneficiários do Supera RJ que ainda estão sem cartão deixaram de receber, até o momento, entre R$ 1.00 e R$ 1.500. O programa paga R$ 200 por mês, mas pode ter esse valor acrescido de R$ 50 por filho, sendo limitado a dois filhos por família, chegando a um total de R$ 300.

O auxílio será pago em nove parcelas, mas pode vim a ser prorrogado, caso se estenda o período de calamidade pública gerada pela pandemia de Covid-19. O pagamento é feito no dia 25 de todos os meses, podendo usar a quantia como débito ou para saque.

Tem direito ao programa o cidadão que reside no Rio de Janeiro e que está inscrito no Cadastro Único para programas sociais do Governo Federal (CadÚnico). Além disso, esse precisa ter uma renda familiar mensal per capita igual ou inferior a R$ 178,00 e não ser beneficiário de nenhum outro programa de transferência de renda ou benefício social.

Em nota, o governo estadual do Rio de Janeiro informou que está trabalhando em parceria com as prefeituras para criar uma estratégia de busca ativa para a entrega dos cartões. No último mês, o estoque de cartões não retirados era de 51 mil e, com as ações esse número caiu para 21 mil.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.