Calendário de saques do auxílio emergencial de 8 a 12 de novembro

Pontos-chave
  • Nesta semana, mais beneficiários do auxílio emergencial poderão realizar o saque do benefício;
  • Essa é a última parcela paga pelo governo;
  • Após o fim do programa o governo vai pagar o auxílio Brasil.

Nesta semana, os beneficiários do Auxílio Emergencial podem realizar o saque da última parcela que começou a ser paga em outubro. Os beneficiários do Bolsa Família já receberam no último mês, tanto os depósito quanto os saques.

Calendário de saques do auxílio emergencial de 8 a 12 de novembro
Calendário de saques do auxílio emergencial de 8 a 12 de novembro (Foto: FDR)

Qual o valor do auxílio emergencial?

O valor pago para as os beneficiários variam de acordo com o seu grupo familiar:

  • Aqueles que moram sozinho:  R$ 150;
  • Para famílias com dois integrantes ou mais R$ 250;
  • Para mães chefes de família: R$ 375.

Calendário de saque do auxílio emergencial 

  • Nascidos em maio – 9 de novembro
  • Nascidos em junho – 10 de novembro
  • Nascidos em julho – 11 de novembro
  • Nascidos em agosto – 12 de novembro
  • Nascidos em setembro – 16 de novembro
  • Nascidos em outubro – 17 de novembro
  • Nascidos em novembro – 18 de novembro
  • Nascidos em dezembro – 19 de novembro

Como sacar o dinheiro?

O saque pode ser realizado no Caixa eletrônico, saiba como fazer:

  • No caixa eletrônico, selecione “Saque Auxílio Emergencial”;
  • Digite seu CPF e confirme;
  • Digite o código de seis números gerado no aplicativo Caixa Tem e confirme;
  • Escolha um valor e aperte “entra”;
  • Assim, é só esperar o dinheiro para retirar.

Como realizar saque sem o cartão?

Os beneficiários pode realizar o saque do seu benefício sem o cartão:

  • O saque é feito sem cartão, então clique no botão “Entra” do teclado do caixa eletrônico.
  • Clique no botão “Saque Auxílio Emergencial”.
  • Digite o número do seu CPF e clique no botão “Confirmar”.
  • Informe o código de seis dígitos que foi gerado no aplicativo Caixa Tem e aperte o botão “Confirmar”.
  • Escolha um valor para saque e aperte o botão “Entra”.
  • Aguarde a liberação do dinheiro.
Calendário de saques do auxílio emergencial de 8 a 12 de novembro
Calendário de saques do auxílio emergencial de 8 a 12 de novembro (Foto: FDR)

Auxílio Emergencial

O auxílio foi criado na pandemia como forma de ajudar os brasileiros que foram afetados, sendo demitidos de seus empregos, autônomos, que precisaram interromper as suas atividades por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus.

Inicialmente, seriam pagas apenas cinco parcelas e o valor seria de acordo com a composição familiar. Porém, por conta do recrudescimento da pandemia, o governo definiu que iria realizar o pagamento por mais dois meses, ou seja, até outubro de 2021.

O que vai acontecer com o fim do auxílio emergencial

Após o fim do pagamento do auxílio emergencial, o governo vai implantar o Auxílio Brasil no lugar do Bolsa Família. Mas, pelo menos 22 milhões de pessoas que hoje estão no emergencial serão desligados nesse novo programa. 

Qual o objetivo da criação do Novo Bolsa Família?

O Novo Bolsa Família é a expansão do programa desenvolvido em 2003 pelo ex-presidente Lula (PT). Com o intuito de desvincular da gestão petista, que vai concorrer à eleição de 2022, o atual governo também irá renomear para Auxílio Brasil.

Quem poderá receber o Auxílio Brasil?

  • Inclusão da família no CadÚnico do Governo Federal;
  • Seleção pelo Ministério da Cidadania;
  • No caso de existência de gestantes, o comparecimento às consultas de pré-natal, conforme calendário preconizado pelo Ministério da Saúde (MS);
  • Participação em atividades educativas ofertadas pelo MS sobre aleitamento materno e alimentação saudável, no caso de inclusão de nutrizes (mães que amamentam);
  • Manter em dia o cartão de vacinação das crianças de 0 a 7 anos;
  • Acompanhamento da saúde de mulheres na faixa de 14 a 44 anos;
  • Garantir frequência mínima de 85% na escola, para crianças e adolescentes de 6 a 15 anos, e de 75%, para adolescentes de 16 e 17 anos.

Como se inscrever no Cadúnico?

Os cidadãos que podem receber o benefício podem fazer a solicitação e podem ir até um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) é o centro de atendimento em que se realiza o cadastro no CadÚnico.

O beneficiário deve buscar o Cras mais perto da sua casa. Neste período de isolamento social, o atendimento presencial está sendo realizado com horário agendado.

O CadÚnico não é apenas um cadastro para as pessoas com deficiência e sim um cadastro familiar.

Podem fazer parte do cadastro: o requerente, o cônjuge ou companheiro, os pais e, na ausência de um deles, a madrasta ou padrasto, os irmãos solteiros, os filhos e enteados solteiros e os menores tutelados, desde que vivam no mesmo endereço. Documentos de toda família devem ser levados para realização do cadastro.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.