Guarulhos (SP) desobriga uso do passaporte de vacinação no município

O município de Guarulhos obrigava estabelecimentos comerciais a pedirem o passaporte de vacinação há dois meses. Porém, a prefeitura publicou um novo decreto que revogou a exigência do comprovante.

O passaporte de vacinação comprova o recebimento das duas doses do imunizante contra a Covid-19 ou a dose única. Sendo assim, é um documento exigido em estabelecimentos e aeroportos para o controle da pandemia.

A exigência do passaporte de vacinação não foi aderida em todos os lugares. O município de Guarulhos publicou um decreto, há pouco mais de dois meses, que obrigava a apresentação do documento.

Mesmo com a obrigatoriedade restaurantes, academias, bares, cafés, lanchonetes, cinemas, teatros, museus e show ignoraram a recomendação. Os comerciantes alegaram falta de tempo hábil para colocar a medida em prática.

Porém, nos últimos dias o prefeito Gustavo Henric Costa (PSD) publicou um novo decreto, no Diário Oficial, desobrigando o uso do passaporte de vacinação. Além disso, a prefeitura revogou outras medidas sanitárias da cidade, como à ocupação máxima e de distanciamento mínimo entre frequentadores em estabelecimentos.

Por enquanto, o município continua exigindo o uso de máscaras, mas o estado já análise a possibilidade de acabar com essa exigência até o fim do ano. Dessa maneira, medidas de flexibilização seguem as diretrizes do governo de São Paulo.

Além disso, a prefeitura relatou em nota que outros fatores permitem a adoção das novas medidas sanitárias no município, como a vacinação de 80% da população e a queda acentuada de novos casos e mortes por Covid-19.

De acordo com os dados apresentados pela Prefeitura de Guarulhos, a cidade tem registrado 84.424 casos de pessoas com a Covid-19. Além disso, 4.925 pessoas vieram a óbito, devido a complicações da doença.

Há três casos de morte em investigação e 78.761 recuperados. A taxa de ocupação de leitos de UTI em hospitais públicos de Guarulhos é de 24,2%. Até agora, 1.954.581 doses da vacina contra a Covid-19 foram aplicadas no município, de acordo com os dados do Vacivida.

De acordo com o novo decreto será mantido a utilização obrigatória de máscaras e a disponibilização de álcool em gel 70% nos estabelecimentos. A máscara também deve continuar sendo usada nos ambientes abertos para a proteção de toda a população.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.