Prova de vida está suspensa; mas por que você deve atualizar seus dados?

Pontos-chave
  • Após divergência entre o governo e o Congresso Nacional, a Prova de vida do INSS foi suspensa neste ano;
  • Com isso, os aposentados e pensionistas não podem ter o benefício suspenso por falta de comprovação;
  • A prova de vida do INSS é uma exigência anual e tem como intuito evitar fraude e pagamentos indevidos;

Após divergência entre o governo e o Congresso Nacional, a prova de vida do INSS foi suspensa neste ano, devido à pandemia de Covid-19. Com isso, os aposentados e pensionistas não podem ter o benefício suspenso por falta de comprovação.

Prova de vida está suspensa; mas por que você deve atualizar seus dados?
Prova de vida está suspensa; mas por que você deve atualizar seus dados? (Imagem: montagem/FDR)

A prova de vida do INSS é uma exigência anual e tem como intuito evitar fraude e pagamentos indevidos. A instituição bancária é responsável pela marcação da data, assim como de sua convocação.

Com a pandemia, a prova de vida do INSS foi suspensa em março do ano passado e voltou a ser exigida este ano, no mês de junho. Porém, com o aumento do risco de contaminação, foi solicitada sua suspensão.

Com isso, voltou a se suspensa até o dia 31 de dezembro. Portanto, a prova de vida do INSS não é obrigatória e o instituto não pode fazer novos bloqueios nos benefícios. Porém, os segurados que desejarem podem fazer a comprovação na instituição bancária em que recebe o benefício.

Segundo o Instituto Nacional do Seguro Social, até agosto deste ano, 4,9 milhões de beneficiários ainda precisavam fazer a prova de vida. Aqueles que não realizaram a comprovação desde novembro de 2020 até dezembro de 2021 deverão realizar o procedimento no início de 2022.

Novo calendário da prova de vida do INSS

A partir de 2022, o INSS irá considerar o mês de aniversário dos beneficiários para a convocação da prova de vida. Para isso, o órgão divulgou um novo calendário com as novas datas da comprovação que passará a vigorar em 2022.

Prova de vida está suspensa; mas por que você deve atualizar seus dados?
Prova de vida está suspensa; mas por que você deve atualizar seus dados? (Imagem: montagem/FDR)

As comprovações em que os vencimentos ocorreriam entre outubro e dezembro deste ano passam a vencer em janeiro de 2022. Veja abaixo as datas do novo calendário da prova de vida do INSS:

Quando a prova de vida venceu ou vencerá Competência de bloqueio
Novembro/2020 a junho/2021 Janeiro/2022
Julho e agosto/2021 Fevereiro/2022
Setembro e outubro/2021 Março/2022
Novembro e dezembro/2021 Abril/2022

De acordo com a nova portaria publicada pelo INSS, a partir do próximo ano, os beneficiários que não comparecerem a comprovação terão o pagamento bloqueado. Dessa maneira, o instituto enviará os dois pagamentos seguintes com bloqueio aos bancos.

Após os dois meses de bloqueio, o benefício será suspenso e após seis meses de suspensão, será cancelado (cessado). Para reativar será necessário utilizar a biometria no aplicativo Meu INSS, pelo atendimento telefônico do 135 ou agendar o serviço “Realizar Prova de Vida – Situações Excepcionais”.

Como fazer a prova de vida?

A prova de vida do INSS pode ser realizada no guichê de atendimento, no caixa eletrônico ou pelo internet banking, em alguns casos. Aqueles que possuem a biometria cadastrada podem fazer a comprovação no caixa eletrônico, por meio de qualquer transação bancária.

Os segurados que vivem no exterior devem fazer a comprovação por meio de procuração. Os beneficiários acamadas ou maiores de 60 anos que possuam ou estejam com alguma dificuldade de locomoção podem fazer a prova em domicílio.

Para isso, basta agendar o atendimento pela Central 135 ou pelo site ou aplicativo Meu INSS. Além dessas opções, há a Prova de vida online, disponível para quem tem a biometria cadastrada no TSE e no Detran.

Para utilizar essa ferramenta é preciso que todos os dados cadastrais estejam atualizados e é necessário autorizar a execução da prova na plataforma escolhida, app ou site Meu INSS. Veja abaixo o passo a passo:

  • Acesse a plataforma do Meu INSS escolhida;
  • Selecione a opção “Prova de Vida”;
  • Realize o reconhecimento facial, por meio de fotos, conforme as orientações;
  • Na sequência, anexe uma foto do documento de identidade oficial com foto;
  • Informe o número do Título de Eleitor;
  • Aguarde pela análise e validação do procedimento;
  • Será gerado um comprovante de realização da prova de vida.

Mesmo sendo suspenso nesse ano, alguns beneficiários tiveram o pagamento bloqueado por falta da prova de vida do INSS. O desbloqueio pode ser feito nas instituições bancárias ou diretamente nos caixas eletrônicos, caso possua a biometria cadastrada. Para isso, basta realizar qualquer transação bancária.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.