Conta de luz pode ser parcelada em 24 vezes no cartão de crédito; vale a pena?

A partir deste mês, os consumidores atendidos pela Enel Distribuição São Paulo podem pagar a conta de luz usando o cartão de crédito. Qualquer cliente baixa tensão poderá parcelar, em até 24 vezes, as faturas vencidas e a vencer. Entenda perspectivas se vale a pena parcelar a conta de luz no cartão de crédito.

Conta de luz pode ser parcelada em 24 vezes no cartão de crédito; vale a pena?
Conta de luz pode ser parcelada em 24 vezes no cartão de crédito; vale a pena? (Imagem: Montagem/FDR)

Entre os clientes baixa tensão da Enel Distribuição SP, estão os usuários residenciais, rurais e comércio de pequeno porte. A nova modalidade de pagamento está disponível na Agência Virtual, no site da companhia. O serviço também está disponível por meio do aplicativo Enel SP.

Vale a pena parcelar a conta de luz no cartão de crédito?

Ao utilizar o cartão para pagar a conta de luz, o consumidor pode ganhar um tempo para realizar o pagamento. Assim, será possível evitar o corte de energia. No entanto, a pessoa deve verificar se terá condições de pagar as faturas ao longo dos meses.

Ao Isto É, o analista financeiro e CEO da Vallus Capital, Caio Mastrodomênico, alerta que os consumidores precisam ter o dinheiro necessário para não cair nos juros do parcelamento. Estes estão entre as maiores taxas do mercado.

Para que o uso do cartão de crédito seja benéfico, ele afirma que depende da data de vencimento da conta de luz e da data de vencimento da fatura.

Caso a fatura feche no dia 9 e a conta vence no dia 10, por exemplo, Caio alega que esta pode ser uma boa opção. Isso se deve porque a pessoa terá um ciclo completo do cartão de tempo para pagar.

Além disso, o especialista destaca que o consumidor deve verificar se a bandeira do cartão cobra taxa para a quitação de contas de consumo. Caso exista, será uma cobrança a mais que precisará arcar.

Ao R7, o diretor-executivo da Associação Nacional dos Executivos de Finanças (Anefac), Miguel José de Oliveira, afirma que, se o cidadão perceber que não conseguirá pagar a fatura, será preciso procurar opções mais baratas de crédito, como o empréstimo pessoal — de forma a não entrar no rotativo.

Sendo assim, a recomendação dele é de que usar o cartão para a conta de luz, mas se tiver a garantia de que pagará a fatura em dia.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.