Auxílio emergencial até 2022 pode ser confirmado após pressão sobre Guedes

O pagamento da 7ª e até então última parcela do auxílio emergencial de 2021, teve início no mês de outubro. Desde então o pagamento vem sendo realizado com base no calendário que divide contemplados entre beneficiários do Bolsa Família e público geral. E agora, pode contar com uma nova prorrogação. 

Prorrogação do auxílio emergencial 2022 pode ser confirmada após pressão sobre Guedes
Prorrogação do auxílio emergencial 2022 pode ser confirmada após pressão sobre Guedes

Até o momento não há confirmação quanto a prorrogação do benefício criado durante a pandemia e que atende pessoas de baixa renda, o que existe é a necessidade para que a medida seja prolongada.

Enquanto isso, a pressão aumenta também sobre o ministro da economia, Paulo Guedes, para que o auxílio seja mantido por pelo menos mais seis meses, indo até maio de 2022.

Durante a semana, Guedes afirmou que está avaliando a possibilidade da concessão do projeto, entretanto o aumento do abono apenas deverá acontecer se houver mudanças no IRPF 2022. Além do reajuste da mensalidade, é esperado também um corte na lista de beneficiários.

Números do auxílio emergencial

O benefício atende hoje cerca de 35 milhões de famílias, segundo o Ministério da Cidadania, beneficiando pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

Valor da mensalidade deve ser de R$ 500

O ministro Paulo Guedes afirmou que se acontecer a reforma do imposto de renda, está deve possibilitar mais recursos para financiar o benefício do auxílio emergencial. Desse modo, a mensalidade deve ter valor médio de R$ 500 por pessoa que receber.

Incertezas

A permanência do auxílio ainda não é certa e preocupa a população que tem o benefício como única fonte de renda. Para que se tenha confirmação do prolongamento da medida que tem levado alimento para  mesa de milhões de brasileiros, se espera a validação através de publicação no Diário Oficial da União. 

Nas últimas semanas, o governo tem enfrentado grande pressão. O presidente da república, Jair Bolsonaro (sem partido) e Guedes entraram em contradição em inúmeras afirmações quanto ao futuro do auxílio emergencial e do auxílio Brasil (substituto do governo Bolsonaro para o Bolsa Família), mostrando que o tema ainda deve ser debatido por um tempo.

Na sexta-feira (15), sem Guedes, o presidente Bolsonaro realizou reunião ministerial para tratar do assunto. 

As atualizações sobre a prorrogação do auxílio emergencial 2022 ou início do Auxílio Brasil devem seguir acontecendo ao longo das próximas semanas.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!