Quer começar a investir? Escolha estas opções isentas no Imposto de Renda

Se você quer começar a investir, há a possibilidade de realizar investimentos que são isentos do Imposto de Renda (IR). Saiba aqui quais as opções e a melhor forma de fazer seu dinheiro render.

Debênture incentivadas

Os investimentos são lançados por empresas que desejam realizar obras, assim como os serviços de infraestrutura no país, como nos aeroportos e estradas. Por conta disso, o governo federal optou por isentar o investimento de cobrando do IR.

Letra de Crédito Imobiliário (LCI)

A modalidade de investimento em renda fixa é composta por créditos dentro do mercado imobiliário. 

Letra de Crédito do Agronegócio (LCA)

Esse investimento é de créditos dentro do mercado da agricultura.

Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI)

Os investimentos lastreados em imóveis e emitidos por companhias securitizadoras.

Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA)

Os investimentos são da mesma família da CRI e assim como eles, a aplicação é lastreada em recebíveis originados de negócios entre os produtores rurais e cooperativas, ou seja, de agronegócio.

Ações

Ao comprar uma ação, o investidor está comprando uma pequena parte de uma empresa grande, por exemplo, Coca-Cola. 

O retorno financeiro para o investidor vai depender do desempenho operacional da companhia. Caso ela tenha uma performance, os papéis tendem a valorizar.

Fundo de Investimento Imobiliário (FII)

O Fundo é um instrumento mais eficiente para qualquer investidor que planeja ter acesso a negócios de base imobiliária  de uma forma fácil, rápida e com pouco capital para investimento inicial.

Em boa parte dos casos o investimento é melhor do que realizar a compra de imóvel, essa é uma alternativa para aqueles que não possuem muito dinheiro disponível para realizar o investimento. 

Como investir?

Há alguns investimentos que são destinados para o perfil deste investidores e as corretoras podem ajudá-los a encontrar aquele que atende às suas necessidades.

Primeiro é preciso definir qual instrumento financeiro deseja negociar e logo depois fazer uma busca pelo corretor para seu perfil. Antes de começar a investir é preciso definir alguns pontos e tê-los bem claros.

Objetivos e horizonte de tempo

Defina a sua meta ao investir e quanto tempo você possui para investir antes de alcançar essa meta. Caso seu tempo seja curto, investir pode não ser uma boa opção para você.

Tolerância e diversificação

Os investimentos possuem nível de risco e o mercado é muito volátil, ou seja, tem subidas e quedas ao longo do tempo. 

Avalie o quanto é confortável para você lidar com o risco ou com a volatilidade.

Determine o tempo para investir  

Estipule quanto tempo você deseja ter o dinheiro de volta, esses prazos variam de acordo com os objetivos e afeta o tipo de risco que é preciso assumir.

Elabore um plano de investimento

Após definir suas necessidades e os objetivos, determinado os riscos que pode assumir é preciso fazer um plano de investimento. 

O planejamento vai ajudar a identificar os tipos de produtos que são adequados para o perfil de cada investidor. Uma boa opção é começar pelos investimentos de baixo risco.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.