Fechamento das bilheterias do Metrô em SP confundem passageiros; como vai ser?

Nesta segunda, 4, o governo de São Paulo anunciou que irá fechar todas as bilheterias do Metrô e da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) até o fim de 2021. A partir do próximo ano, os usuários deverão comprar o bilhete através de um aplicativo para celular ou nas máquinas de autoatendimento disponíveis nas estações. Saiba tudo o que muda.

Fechamento das bilheterias do Metrô em SP confundem passageiros; como vai ser?
Fechamento das bilheterias do Metrô em SP confundem passageiros; como vai ser? (Imagem: Bruno Fernandes/ Fotoarena/ Estadão Conteúdo)

De acordo com a secretaria de Transportes Metropolitanos, os funcionários que trabalham nas bilheterias serão realocados em outras ocupações.

O objetivo desta mudança é o corte de despesas. A pasta projeta que sem o funcionamento das bilheterias, será possível economizar R$100 milhões por ano.

Na próxima sexta, 8, o horário de atendimento das bilheterias já será reduzido nas estações Belém, da Linha 3 – Vermelha do Metrô e Granja Julieta, na Linha 9 – Esmeralda. Elas passam a funcionar apenas nos horários de pico, entre 6h e 10h e entre as 16h e 20h.

Já na semana seguinte, a partir do dia 15, as bilheterias destas estações fecham totalmente. As datas de desativação das demais estações ainda não foi comunicado pelo governo do estado.

Bilhete digital 

A Secretaria de Transportes Metropolitanos lançou no fim do ano passado, o bilhete unitário digital, para ser usado nas estações do trem e do metrô.

Na ocasião, o governador João Doria (PSDB) disse que o novo sistema traria “facilidade e agilidade” aos passageiros da rede metroferroviária e que o modelo auxiliaria a reduzir fraudes relacionadas aos bilhetes de transporte.​

O novo bilhete foi batizado de TOP e funciona através de um QR Code em aplicativo de celular ou pode ser adquirido em máquinas de autoatendimento. O valor deste bilhete permanece o mesmo: R$4,40.

Todos os dias, cada usuário do sistema pode comprar até 10 bilhetes que não possuem prazo de validade. Os bilhetes unitários em papel ainda não possuem data para sair de circulação.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA