Calendário da 6ª e 7ª parcela do auxílio emergencial geral e do Bolsa Família

O auxílio emergencial está realizando o pagamento das últimas parcelas dos benefícios para aqueles que precisam do dinheiro para conseguir sobreviver nesta pandemia. Saiba aqui as datas de depósito das próximas parcelas.

 

Calendário 6ª parcela do auxílio emergencial no Bolsa Família 

  • NIS com final 1: 17 de setembro
  • NIS com final 2: 20 de setembro
  • NIS com final 3: 21 de setembro
  • NIS com final 4: 22 de setembro
  • NIS com final 5: 23 de setembro
  • NIS com final 6: 24 de setembro
  • NIS com final 7: 27 de setembro
  • NIS com final 8: 28 de setembro
  • NIS com final 9: 29 de setembro
  • NIS com final 0: 30 de setembro

Calendário 6ª parcela público geral:

  • Janeiro: 21/09
  • Fevereiro: 22/09
  • Março: 23/09
  • Abril: 24/09
  • Maio: 25/09
  • Junho: 26/09
  • Julho: 28/09
  • Agosto: 29/09
  • Setembro: 30/09
  • Outubro: 01/10
  • Novembro: 02/10
  • Dezembro: 03/10

Calendário 7ª parcela do Bolsa Família

  • NIS com final 1: 18 de outubro
  • NIS com final 2: 19 de outubro
  • NIS com final 3: 20 de outubro
  • NIS com final 4: 21 de outubro
  • NIS com final 5: 22 de outubro
  • NIS com final 6: 25 de outubro
  • NIS com final 7: 26 de outubro
  • NIS com final 8: 27 de outubro
  • NIS com final 9: 28 de outubro
  • NIS com final 0: 29 de outubro

Calendário 7ª parcela público geral:

  • Janeiro: 20/10
  • Fevereiro: 21/10
  • Março: 22/10
  • Abril: 23/10
  • Maio: 23/10
  • Junho: 26/10
  • Julho: 27/10
  • Agosto: 28/10
  • Setembro: 29/10
  • Outubro: 30/10
  • Novembro: 30/10
  • Dezembro: 31/10

Posso efetuar o saque no final de semana?

Os pagamentos são feitos somente durante os dias úteis, ou seja, durante a semana. Se a data de pagamento cair em algum feriado, o dinheiro é depositado no próximo dia útil.

Porém, não há nenhuma restrição relacionada ao saque do dinheiro. Os beneficiários tem a possibilidade de realizar a retirada da sua quantia aos finais de semana nos caixas eletrônicos e até nas lotéricas.

Calendário da 6ª e 7ª parcela do auxílio emergencial geral e do Bolsa Família
Calendário da 6ª e 7ª parcela do auxílio emergencial geral e do Bolsa Família (Imagem: Diário do Nordeste)

Como realizar o saque do dinheiro?

Para realizar o saque do auxílio emergencial no caixa eletrônico e na lotérica siga este passo a passo:

  • O saque é feito sem cartão, então clique no botão “Entra” do teclado do caixa eletrônico.
  • Clique no botão “Saque Auxílio Emergencial”.
  • Digite o número do seu CPF e clique no botão “Confirmar”.
  • Informe o código de seis dígitos que foi gerado no aplicativo Caixa Tem e aperte o botão “Confirmar”.
  • Escolha um valor para saque e aperte o botão “Entra”.
  • Aguarde a liberação do dinheiro.

Como gerar o código para efetuar o saque?

  • Primeiro o trabalhador deve entrar na sua conta poupança digital no aplicativo;
  • Feito isso, o usuário deve ir na opção saque e informar o valor que deseja sacar;
  • Ao digitar o valor, um código vai ser gerado;
  • O beneficiário vai anotar este código e por meio dele fazer o saque em caixa eletrônico ou na lotérica.

Com o dinheiro na conta Poupança Social Digital, os beneficiários podem fazer pagamentos e compras online. A movimentação pode ser realizada através do cartão de débito virtual, disponível no app Caixa TEM.

Com a liberação do saque, os beneficiários também podem fazer transferência bancária para qualquer banco, gratuitamente. Entretanto, o Caixa TEM possui as seguintes limitações mensais: R$600 por transferência, R$1.200,00 por dia e R$5 mil mensais, sendo três transferências a cada mês.

Além disso, no Caixa TEM são permitidos dois saques e dois extratos impressos. Porém, com o app existe a possibilidade de consultar o extrato quantas vezes quiser. As transferências para contas da Caixa Econômica Federal são ilimitadas.

Não fui incluído na prorrogação do auxílio emergencial, o que fazer?

Quem teve o auxílio emergencial negado em 2021, tinha o prazo de até o dia 3 de julho para efetuar a solicitação de revisão do benefício. Mas, entre diversas reclamações em relação ao sistema que estava fora do ar, muita gente não conseguiu pedir a correção. 

Quem perdeu o prazo para contestar o auxílio emergencial deverá aguardar a abertura de um novo período. Isso por causa do pente fino no benefício que o governo faz mensalmente, verificado pela Dataprev a fim de analisar eventuais inconsistências ou irregularidades no pagamento do benefício.

Ainda não há informações divulgadas de quando será aberta a nova data de contestação do benefício.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA