Fintech do Santander divulga pesquisa com aumento do consumo em Pernambuco

O consumo em Pernambuco, das classes C e D, apresentou aumento de 7% em julho em comparação ao mês anterior. Os dados fazem parte da pesquisa de Hábitos de Consumo da Superdigital, fintech do Grupo Santander. Impulsionado pelo Norte e Nordeste, o consumo dessas classes subiu 5% no Brasil em julho.

Fintech do Santander divulga pesquisa com aumento do consumo em Pernambuco
Fintech do Santander divulga pesquisa com aumento do consumo em Pernambuco (Imagem: Ed Machado/Folha de Pernambuco)

O resultado recente representa o segundo — e maior — resultado positivo de Pernambuco nos últimos seis meses deste ano. O outro havia acontecido em maio, quando teve elevação de 4%. Nos demais, foram registradas reduções em junho (-1%), abril (-9%), março (-0,1%) e fevereiro (-13%).

No mês de julho, quase todas as regiões apresentaram melhora. Contudo, o levantamento foi impulsionado pelo Norte e Nordeste, com elevação de 23,5% e 8,5%, respectivamente. A região Sul subiu 7,7%. O Sudeste teve alta de 3,5%. Contudo, o Centro-Oeste apresentou queda de 0,5%.

A CEO da Superdigital no Brasil, Luciana Godoy, afirma que os números de julho consolidam a retomada no consumo destas classes sociais — diante do resultado dos últimos dois meses. Em junho, houve uma redução nos dados por conta do crescimento em maio, principalmente, devido ao Dia das Mães.

Ela projeta que o segundo semestre aconteça uma recuperação mais robusta, conforme o avanço da vacinação contra a covid-19, e o começo da recuperação de setores da economia que ainda foram bastante impactados no primeiro semestre.

No consumo, os setores que apresentaram recuperação mais significativa foram:

  • Rede Online (8%);
  • Transportes (7%);
  • Restaurantes (6%);
  • Supermercado (5%);
  • Prestadores de Serviços (5%);
  • Combustível (5%).

Por outro lado, os gastos que mais diminuíram foram com Diversão e Entretenimento (-8%).

A pesquisa também mostra que que o principal gasto no orçamento ainda é em supermercados (35%). Em seguida, aparecem Restaurantes (12%) e Lojas de Artigos Diversos (11%).

Consumo em Pernambuco por setores das classes C e D

Em Pernambuco, os setores que apresentaram destaque foram:

  • Companhias Aéreas (131%);
  • Prestadores de Serviços (21%);
  • Lojas de Artigos Diversos (16%);
  • Automóveis e Veículos (15%);
  • Restaurante (15%);
  • Transporte (10%);
  • Combustível (10%).

Na outra ponta, as classes C e D do estado tiveram menos gastos com:

  • Hotéis e Motéis (-27%);
  • Diversão e Entretenimento (-20%);
  • Rede Online (-4%).

O levantamento da Superdigital, fintech do Santander, é feito mensalmente com o intuito de traçar o perfil do consumidor das classes C e D.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Fintech do Santander divulga pesquisa com aumento do consumo em Pernambuco

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do FDR produzindo conteúdo sobre economia.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA