São Paulo volta a ter 100% de atendimento presencial para as creches

Desde a última quarta-feira, 8, São Paulo passou a ofertar atendimento presencial para as creches, a medida é válida para instituições públicas e particulares. O retorno à sala de aulas ainda não é obrigatório.

São Paulo volta a ter 100% de atendimento presencial para as creches
São Paulo volta a ter 100% de atendimento presencial para as creches (Imagem/Reprodução: Helene Santos/SVM)

O atendimento presencial para as creches municipais e particulares da cidade de São Paulo já acontece desde a última quarta-feira, 8.

Nesse momento o retorno é facultativo, ou seja, os pais ou responsáveis podem escolher se enviam as crianças.

Na capital, as unidades ofertam ensino para crianças com idade entre 0 e 3 anos de idade, o retorno foi anunciado pelo prefeito ainda no mês de agosto.

“A partir do dia 8, as nossas creches, que estão com 60% de ocupação, passam a ser de 100% … Era 35% [de ocupação máxima permitida nas escolas], fomos para 100%, com exceção das creches, e, agora, a gente libera a partir do dia 8 para que as mães enviem as crianças para as creches”, afirmou o prefeito Ricardo Nunes.

Retomada da educação em São Paulo

A cidade de São Paulo tem se dedicado bastante para possibilitar que a voltas as aulas presenciais aconteça em todos os níveis da educação.

Assim, as escolas já estavam atendendo com um limite de capacidade de 60%, respeitando o tamanho da escola e com possibilidade de revezamento.

No entanto, atendimento presencial para as creches não acontecia com o sistema de revezamento. Ao todo, a rede municipal tem 345 mil bebês e crianças matriculados em 2,8 mil unidades escolares.

Para atender aos estudantes de todos os níveis diversas medidas tiveram que ser adotadas, com adaptações, instalação de pias, marcações no chão entre outras.

Além disso, enquanto as crianças estiverem na escola terão que seguir todos os protocolos de biossegurança, que incluem o uso de máscara, higienização das mãos e distanciamento social.

Nesse momento em que as crianças estão retornando para as salas de aula o que muitos educadores perceberam foi que elas estão mais caladas.

A psicóloga infantil Sabrina Pani, em conversa com a Folha de São Paulo, afirma que:

“É preciso respeitar o tempo da criança e lembrar que cada família foi afetada de formas diferentes pela pandemia”.

Muitas unidades escolares têm adotado atividades lúdicas para facilitar esse momento de retomada.   

Fique bem informado com a editoria de carreiras do FDR .

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

São Paulo volta a ter 100% de atendimento presencial para as creches

×
Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA