Inflação deve continuar subindo em 2022 e PIB reduzido, prevê mercado

O mercado financeiro prevê que a inflação deve continuar subindo em 2022. Além disso, houve diminuição na projeção de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB). A estimativa faz parte do Boletim Focus, do Banco Central, divulgado na última segunda-feira (6).

Inflação deve continuar subindo em 2022 e PIB reduzido, prevê mercado
Inflação deve continuar subindo em 2022 e PIB reduzido, prevê mercado (Imagem: Anna Shvetz/Pexels)

Com relação ao PIB, para até o fim deste ano, o mercado projeta crescimento de 5,15%. Na semana anterior, o Focus indicava um aumento de 5,22%. O resultado recente representa a quarta semana consecutiva de diminuição na perspectiva do mercado. Há um mês, a projeção para este ano era de 5,30%.

Para 2022, o boletim Focus reduziu a estimativa de 2% para 1,93%. Há um mês, o relatório de mercado projetava que o PIB terminasse ano que vem com um crescimento de 2,05%.

Na compreensão dos economistas com mais acertos nas previsões compiladas pelo Banco Central, de médio prazo, a estimativa média para o IPCA aumentou de 7,74% para 7,80%. Para 2022, a mediana das projeções caiu de 4% para 3,98%. Os percentuais consideram a perspectiva de uma semana para outra.

Na semana passada, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) havia divulgado que o PIB diminuiu 0,1% no segundo trimestre deste ano, em comparação com o primeiro. Neste período, o mercado esperava um aumento de 0,2%.

Desde o terceiro trimestre de 2020, o patamar vem apresentando desaceleração. O PIB leva em consideração todos bens e serviços produzidos pelo país no período avaliado pelo IBGE.

Inflação deve continuar subindo em 2022

Para 2021 e 2022, o mercado financeiro segue com estimativa de alta para a inflação. Para o ano que vem, a perspectiva para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) saltou de 3,95% para 3,98%. Esta foi a sétima semana consecutiva de elevação.

No caso da projeção para até o fim de 2021, o boletim Focus aponta aumento de 7,27% para 7,58%. O resultado recente indica a vigésima segunda semana seguida de aumento. Há quatro semanas, o mercado esperava que a inflação deste ano fosse de 6,94%.

O Banco Central apontou a meta de inflação, para este ano, é de 3,75%. Já para 2022, a meta é de 3,50%. Esse patamar possui um intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Inflação deve continuar subindo em 2022 e PIB reduzido, prevê mercado

×
Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do FDR produzindo conteúdo sobre economia.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA