Lista de espera do FIES: complementação de informações até este mês; veja como participar

A lista de espera do FIES é voltada aquele estudante que se inscreveu, mas não foi contemplado com uma vaga. Para participar é necessário manifestar o interesse, além de ter se inscrito no processo seletivo regular.

Lista de espera do FIES: complementação de informações até este mês; veja como participar
Lista de espera do FIES: complementação de informações até este mês; veja como participar (Imagem/Reprodução: MEC)

Todos os anos o Fundo de Financiamento Estudantil ajuda estudantes de todo o Brasil a fazer uma faculdade em uma instituição particular e só pagar após a conclusão.

Para participar é necessário atender aos requisitos de renda familiar mensal, além de ter feito o ENEM de 2010 a 2021.

Já estamos na convocação dos selecionados na lista de espera, para eles, o momento agora é de complementação de informações.

Complementação de informações da lista de espera do FIES

Ser selecionado no processo não garante o acesso à vaga, para isso, o estudante precisa realizar ainda a complementação de informações no sistema.

Após isso, ele tem até 5 dias para se apresentar à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) e fazer a validação dos dados.

Nessa etapa, ele precisa provar que todos os dados inseridos no sistema são verdadeiros, ou seja, deve apresentar documentos que comprovem suas informações pessoais e familiares.

Passados 3 dias úteis da validação, o estudante tem até 10 dias para se dirigir até o agente bancário para contratar o financiamento.

Nesse momento, ele deve apresentar também todos os documentos solicitados e ainda, caso o fiador seja necessário, ele terá que estar presente.

Vale lembrar que em alguns casos não é necessário fiador e ainda é possível conseguir juros zero. Após a aprovação ele terá que novamente se apresentar à CPSA.

Afinal, o que é financiamento estudantil? É uma dívida?

Esse financiamento estudantil funciona com uma espécie de empréstimo”, com a diferença de que você não vai receber o dinheiro do curso em mãos.

Assim, ao contratar, é como se o banco pagasse pelo seu curso e, posteriormente, você quitasse essa dívida com o banco.

Antes da contratação é necessária muita análise para saber se vale mesmo a pena ou não.

Até porque, caso o estudante decida desistir do curso, ele terá que pagar pelo período cursado.

E, além disso, existe sim a atribuição de juros, exceto para algumas faixas de renda em que é possível conseguir taxas zero.

Fique bem informado com a editoria de carreiras do FDR .

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Lista de espera do FIES: complementação de informações até este mês; veja como participar

×
Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA