Adolescentes de 12 a 15 anos com comorbidade podem ser vacinados em SP

O prefeito da cidade de São Paulo (SP), Ricardo Nunes, comunicou que a partir desta segunda-feira, 23, os adolescentes com idade entre 12 a 15 anos podem ser vacinados. No entanto, este grupo deve comprovar alguma comorbidade, deficiência e, no caso das mulheres, ser grávida ou puérpera. 

Adolescentes de 12 a 15 anos com comorbidade podem ser vacinados em SP
Adolescentes de 12 a 15 anos com comorbidade podem ser vacinados em SP. (Imagem: Folhapress)

O anúncio faz parte de uma antecipação no calendário para que estes grupos mais frágeis pudessem ser vacinados o quanto antes. A princípio, a imunização destes adolescentes estava prevista para começar somente na próxima quinta-feira, 26. 

Por hora, a prioridade será para que todos os adolescentes sem comorbidades sejam vacinados antes de um novo calendário ser divulgado para os demais integrantes deste grupo. Os primeiros a serem vacinados foram os adolescentes com 16 e 17 anos de idade. 

A vacinação contra a Covid-19 em adolescentes acontece exclusivamente com a vacina Pfizer, único imunizante regulamentado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para ser aplicado nos jovens.

A estimativa apurada pela Secretaria Municipal de Saúde de SP é a de que o grupo que será imunizado nesta semana seja composto por 92.868 adolescentes.

O novo calendário da capital paulista prevê que os adolescentes na faixa etária de 12 a 15 anos sejam vacinados entre os dias 26 e 29 de agosto, quinta-feira e domingo, respectivamente.

Em entrevista ao Agora, o secretário de Saúde, Edson Aparecido, informou que a decisão de antecipar o calendário de vacinação dos adolescentes foi tomada diante da preocupação de baixa adesão por este grupo. 

Vale mencionar que a capital paulista também decidiu antecipar o intervalo de aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19 no sistema da “xepa” da vacina. O prazo foi reduzido de 60 para 30 dias, desde que se trate de cidadãos paulistas que foram vacinados com a primeira dose da Pfizer. 

Na oportunidade, Ricardo Nunes ainda disse que não há com o que se preocupar quanto ao progresso do esquema vacinal, pois a capital possui doses o bastante da Pfizer para atender a todas as novas deliberações. “A Prefeitura tem adotado estratégia de só fazer comunicação de vacinação quando já tem vacina”, explicou o prefeito ao Bom Dia São Paulo. 

Lembrando que para serem vacinados os adolescentes precisam se dirigir aos postos de vacinação munidos de documento oficial com foto, laudo médico capaz de comprovar a condição alegada, bem como um comprovante de residência. Além do que, é preciso acessar o portal Vacina Já, implementado pelo Estado de São Paulo e agendar a aplicação da dose da vacina contra a Covid-19. 

https://www.youtube.com/watch?v=SmI1bdROZkM&t=197s&ab_channel=FDR-Finan%C3%A7as%2CDireitos%2CRenda

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Adolescentes de 12 a 15 anos com comorbidade podem ser vacinados em SP

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA