Bolsa Família dá início ao novo ciclo de pagamentos do auxílio emergencial

Pontos-chave
  • Segurados do Bolsa Família recebem nova parcela do auxílio emergencial;
  • Calendário completo da extensão é anunciado;
  • Valores e regras de concessão podem ser reajustados.

Novo ciclo do auxílio emergencial é iniciado. Nesta quarta-feira (18), os segurados do Bolsa Família começaram a receber a quinta parcela de extensão do projeto. Os valores permanecem variando entre R$ 150 e R$ 375, a depender a mensalidade já concedida pelo BF. Acompanhe os detalhes dessa nova rodada.

Bolsa Família dá início ao novo ciclo de pagamentos do auxílio emergencial (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)
Bolsa Família dá início ao novo ciclo de pagamentos do auxílio emergencial (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

Há meses o governo federal vem concedendo o auxílio emergencial. No fim de julho, o presidente Jair Bolsonaro confirmou a extensão do projeto até o mês de outubro.

Afirmando que na sequencia lançará o novo programa social do país, o Auxílio Brasil. Até lá, quem depende do Bolsa Família permanecerá com a complementação de renda.

Como funcionará a extensão do auxílio emergencial?

As novas mensalidades serão ofertadas seguindo o mesmo regimento adotado no primeiro semestre de 2021. Para quem é do Bolsa Família, o valor é enviado para as contas digitais do Caixa Tem e pode ser retirado imediatamente em uma agência da Caixa ou unidade das Casas Lotéricas.

Procedimentos para pagamentos e saques

O abono é enviado para o Caixa Tem na data demarcada pelo calendário oficial do projeto. Na sequência, ele pode ser utilizado via plataforma ou sacado em um ponto físico da Caixa. Para isso, basta exibir o cartão do Bolsa Família ou um documento oficial com foto.

O segurado que estiver sem ambos os documentos ou desejar fazer o procedimento em um caixa eletrônico, consegue realiza-lo utilizando o código de saque gerado no caixa tem. Para isso, é só abrir o aplicativo, selecionar a função ‘saque do auxílio’ e anotar os dígitos apresentados.

De frente para o Caixa Eletrônico, ele deve informar o sequencial dos dígitos, o valor que deseja retirar e confirmar o saque. A quantia será liberada imediatamente, junto com o comprovante da transação.

Calendário do auxílio emergencial para segurados do Bolsa Família

NIS final 5ª parcela 6ª parcela 7ª parcela
NIS 1 18 de agosto 17 de setembro 18 de outubro
NIS 2 19 de agosto 20 de setembro 19 de outubro
NIS 3 20 de agosto 21 de setembro 20 de outubro
NIS 4 23 de agosto 22 de setembro 21 de outubro
NIS 5 24 de agosto 23 de setembro 22 de outubro
NIS 6 25 de agosto 24 de setembro 25 de outubro
NIS 7 26 de agosto 27 de setembro 26 de outubro
NIS 8 27 de agosto 28 de setembro 27 de outubro
NIS 9 30 de agosto 29 de setembro 28 de outubro
NIS 0 31 de agosto 30 de setembro 29 de outubro

Não recebi a extensão do auxílio, o que fazer?

Se o segurado do BF não teve acesso a complementação de renda, ele precisa verificar o motivo pelo qual foi cancelado do auxílio. Normalmente, significa que a análise mensal da dataprev encontrou alguma inconsistência no cadastro fazendo com que seu registro ficasse fora da regulamentação do projeto.

Para saber se é um beneficiário ou não, pasta acessar o portal da dataprev e informar o nome completo, número do CPF e data de nascimento. Quem recebeu a negativa, tem até 10 dias para efetuar o pedido de contestação disponível na mesma plataforma.

Quais as regras do auxílio emergencial 2021?

Para ser um contemplado é preciso seguir as exigências abaixo:

  • A renda por pessoa da família não pode passar de até meio salário mínimo (R$ 550)
  • A renda total do grupo familiar deve ser de até três salários mínimos (R$ 3.300)
  • Só será permitida o pagamento de uma cota por família
  • Ter mais de 18 anos
  • Não ter emprego formal
  • Não ter tido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2019 ou rendimentos isentos acima de R$ 40 mil naquele ano
  • Não ser dono de bens de valor superior a R$ 300 mil no fim de 2019
  • Estão excluídos os residentes médicos, multiprofissionais, beneficiários de bolsas de estudo, estagiários e similares
  • Ficam de fora também as pessoas que receberam qualquer tipo de benefício previdenciário, assistencial ou trabalhista ou de transferência de renda do governo em 2020, com exceção do Bolsa Família abono salarial.

Faixa dos abonos concedidos pelo auxílio emergencial

  • R$ 150 pagamento para famílias com apenas uma pessoa
  • R$ 250 pagamento para famílias com mais de uma pessoa
  • R$ 375 pagamento para famílias lideradas por mais solteiras

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Bolsa Família dá início ao novo ciclo de pagamentos do auxílio emergencial

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA