Quais dados devo atualizar no CadÚnico para garantir salário do Bolsa Família?

Governo federal reforça fiscalização nos cadastros do Bolsa Família. Diante da liberação de uma nova rodada do auxílio emergencial, o Ministério da Cidadania vem estado atento as inscrições solicitadas pelo BF. Os cadastros com desatualização ou erros nas documentações tendem a ser suspensos. Saiba como manter seu benefício.

Quais dados devo atualizar no CadÚnico para garantir salário do Bolsa Família? (Imagem: FDR)
Quais dados devo atualizar no CadÚnico para garantir salário do Bolsa Família? (Imagem: FDR)

Enquanto a Caixa Econômica se prepara para pagar a quinta parcela do auxílio emergencial, o governo e a Dataprev monitoram o cadastramento de seus segurados.

Para quem está no Bolsa Família, a participação no CadÚnico é obrigatória, implicando ainda na atualização anual dos documentos solicitados.

Lista de documentos exigidos no cadastro do Bolsa Família via CadÚnico:

  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento;
  • CPF;
  • Carteira de Identidade (RG);
  • Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (RANI);
  • Carteira de Trabalho;
  • Título de Eleitor.

Como atualizar minhas informações?

O processo de atualização dos dados pode ser feito no Centro de Assistência Social do seu município. Caso haja mudança, por exemplo, em seu endereço, basta comparecer até a unidade e exibir o novo documento.

O mesmo se aplica para os registros exibidos acima, sendo necessária a atualização não só para o titular do cadastro, como também para seus beneficiários/parentes.

Quero me inscrever no Cadastro Único agora, quais os requisitos?

Se você deseja ingressar atualmente na folha do Bolsa Família, a candidatura também se dá pela plataforma social do governo federal. Ou em uma unidade do CRAS ou CREAS.

Para isso é preciso:

  • Ter uma pessoa responsável pela família para responder às perguntas do cadastro. Essa pessoa deve fazer parte da família, morar na mesma casa e ter pelo menos 16 anos.
  • Para o responsável pela família, de preferência uma mulher, é necessário o CPF ou Título de Eleitor.
  • Exceção: no caso de responsável por famílias indígenas e quilombolas, pode ser apresentado qualquer um dos documentos abaixo. Não precisa ser o CPF ou o Título de Eleitor.

É válido ressaltar que os recém aprovados pelo BF não poderão se integrar na folha orçamentária do auxílio emergencial, uma vez em que os calendários de pagamento já estão em andamento.

Para esse grupo, o valor a ser pago é determinado com base nos abonos integrados ao projeto, levando em consideração a situação familiar.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 4.8
Total de Votos: 4

Quais dados devo atualizar no CadÚnico para garantir salário do Bolsa Família?

×
Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA