Após cancelamento, Governo Bolsonaro pode voltar com o horário de verão

Durante um pronunciamento realizado nesta segunda-feira, 2, o presidente da República, Jair Bolsonaro, cogitou a volta do horário de verão. A alteração do relógio foi extinta em 2019, durante o primeiro ano de mandato do atual governo. 

Após cancelamento, Governo Bolsonaro pode voltar com o horário de verão
Após cancelamento, Governo Bolsonaro pode voltar com o horário de verão. (Imagem: iGUi Ecologia)

Em junho deste ano, os empresários do setor de turismo pediram a Bolsonaro que ele voltasse atrás na decisão de acabar com o horário de verão.

Segundo os representantes da classe, o retorno ao método tradicional será capaz de beneficiar o turismo nacional, uma vez que as atividades do setor poderiam contar com um horário estendido.

Outro argumento apresentado pelos empresários na época ao requerer a volta do horário de verão foi a economia de energia, atitude extremamente importante diante das preocupações no cenário atual devido à grave crise hídrica que o país vem enfrentando.

Na época, Bolsonaro alegou que o horário de verão impactava negativamente o relógio biológico dos trabalhadores brasileiros, apostando que a mudança influenciaria no aumento da produtividade. 

Na declaração feita por Bolsonaro nesta segunda, ele disse que existe sim a possibilidade de o horário de verão voltar se a medida receber o apoio popular. Ele ainda reconheceu que, ao contrário do que ele imaginava, esta circunstância não era causadora do aumento de energia. 

“E, até o momento, eu vejo que continua a maioria da população contrária ao horário de verão. Se a maioria mudar de posição, eu sigo a maioria. Sou democrata, sigo a maioria”, disse em entrevista à rádio gaúcha, ABC.

Bolsonaro também disse estar ciente de que o horário de verão influencia diretamente no faturamento do comércio, tendo em vista que a circulação se torna mais frequente.

Porém, o chefe do Executivo Federal bate na tecla de que mais brasileiros, sobretudo empresários, precisam se posicionar a favor para que a mudança realmente aconteça. 

Para o diretor da CNTur, Fabio Aguayo, a volta do horário de verão requer uma mente aberta de Bolsonaro, pois a proposta não tem cunho político, uma vez que visa unicamente a geração de postos de trabalho e novos negócios.

Em contrapartida, o movimento não foi bem visto pelo Ministério de Minas e Energia, por acreditar que a contribuição relacionada à alteração no relógio se limitaria ao alívio no consumo de energia no país. 

https://www.youtube.com/watch?v=spAmeGRJKnw&t=18s

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 5
Total de Votos: 1

Após cancelamento, Governo Bolsonaro pode voltar com o horário de verão

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA