Pente-fino do INSS será realizado em agosto; o que pode cortar seu benefício?

INSS anuncia nova operação pente fino. A partir da próxima semana, os servidores da previdência social darão início ao processo de revisão dos cadastros do auxílio doença. Isso implica dizer que o sujeito que estiver fora das regras de concessão do abono terão o salário cancelado. Saiba como se proteger.

Pente-fino do INSS será realizado em agosto; o que pode cortar seu benefício? (Imagem: Reprodução/O Globo)
Pente-fino do INSS será realizado em agosto; o que pode cortar seu benefício? (Imagem: Reprodução/O Globo)

Mais uma operação pente fino será iniciada pelo INSS. Sob a justificativa de evitar fraudes, a previdência irá realizar mais uma análise criteriosa no cadastro de seus segurados.

Dessa vez, o público alvo são os segurados do auxílio doença que devem revisitar suas documentações para garantir a permanência na folha orçamentária.

O que preciso fazer para manter meu benefício?

De modo geral, o INSS exige que o sujeito esteja dentro das regras de concessão do auxílio doença. Ou seja, é preciso ter toda a documentação entregue, atualizada e com datas válidas. Além disso, informes como endereço e meios de contato também serão avaliados.

Atuais regras do auxílio doença:

  • Possuir 12 contribuições mensais à Previdência Social;
  • Estar incapacitado temporariamente para o trabalho;
  • Comprovar, por meio de laudos e consultas, os problemas de saúde que impossibilitam o trabalho;
  • Estar afastado do trabalho há mais de 15 dias consecutivo, devido à mesma doença; ou
  • Estar afastado do trabalho há mais de 15 dias intercalado, em um prazo de 60 dias, por causa da mesma doença.

Quais documentos serão revistos?

  • Documento original de identificação com foto (RG, CNH ou CTPS);
  • Documentos médicos originais do beneficiário (exames, laudos, receitas para comprovar a doença e o tratamento)
  • Procuração ou termo de representação legal (tutela, curatela, termo de guarda), se houver;
  • O procurador ou representante legal, se houver, também deve levar documento de identificação com foto (RG, CNH ou CTPS) e CPF

Prazo para correção e contestação

Sendo identificado erro em algum informe acima, o cidadão será notificado pelo INSS e terá até 30 dias para revisar seus informes. O procedimento deverá ser realizado especificamente pelo Meu INSS, seguindo as etapas abaixo:

  • Acesse o site gov.br/meuinss ou utilize o aplicativo Meu INSS
  • Entre com o número do seu CPF e a senha (se não tem, cadastre)
  • No alto da tela, procure por “Meu Cadastro” e clique nessa opção
  • A tela exibirá seu nome, número de documentos e dados de contato
  • Confira se o seu telefone, email e endereço estão corretos
  • Se necessário, clique em “Editar dados de contato” e faça as correções

Após o prazo estipulado, não havendo retorno do segurado, o auxílio doença será cancelado.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Pente-fino do INSS será realizado em agosto; o que pode cortar seu benefício?

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA