USP, Unicamp e Unesp ignoram decreto de Doria e volta as aulas será remoto

Volta às aulas será com ensino remoto para as instituições públicas de ensino superior de São Paulo. As instituições de ensino superior do estado, USP, Unicamp e Unesp, já podem retomar suas atividades presenciais a partir da próxima semana.

USP, Unicamp e Unesp ignoram decreto de Doria e volta as aulas será remoto
USP, Unicamp e Unesp ignoram decreto de Doria e volta as aulas será remoto (Imagem/Reprodução: Jornal USP)

O ensino técnico e superior já possui autorização para retomar as atividades presenciais a partir do dia 2 de agosto, próxima semana. Mas, a USP, Unicamp e Unesp decidiram permanecer com o ensino remoto.

De modo geral, a justificativa das instituições é de que os docentes ainda não se sentem seguros para essa retomada.

Assim, esse segundo semestre letivo permanecerá remoto e as universidades vão analisar a situação frente a pandemia posteriormente para decidir as novas medidas.

Ensino remoto na USP, Unicamp e Unesp

Em comunicado publicado no dia 7 de julho, a Universidade de São Paulo (USP) informou que as aulas teóricas da graduação e pós-graduação permanecerão virtuais até que uma nova avaliação seja feita e constatada a possibilidade de retorno das atividades presenciais.

Na USP quem já recebeu a segunda dose do imunizante poderá retornar às atividades 14 dias após a imunização, mesmo com dose única.

Uma resolução da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) prevê que a volta às aulas aconteça de forma gradual.

No entanto, para isso acontecer a condição é de que os técnicos administrativos, professores e alunos deverão ter recebido as duas doses da vacina. Nesse caso, o retorno só aconteceria 14 dias após a aplicação da segunda dose.

De acordo com o plano, a ocupação de alunos vai ser o determinado pelo governo estadual, 35% de estudantes e há a recomendação de que as gestantes não frequentem as atividades presenciais.

Já no comunicado divulgado pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) a instituição ressalta que o retorno das atividades presenciais levará em consideração diversos aspectos.

“Acreditamos ser importante enfatizar que a retomada das atividades presenciais estará associada a fatores tais como a vacinação de nossa comunidade, situação epidemiológica da pandemia e condições de biossegurança de nossas unidades”, informou a instituição.

A USP, Unicamp e Unesp informaram também que farão avaliações constantes da situação antes de autorizarem a volta às aulas presenciais.

Fique bem informado com a editoria de carreiras do FDR .

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

USP, Unicamp e Unesp ignoram decreto de Doria e volta as aulas será remoto

×
Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA