São Paulo deve anunciar em breve flexibilização do comércio no estado

Na última quarta-feira (21), o governo de São Paulo afirmou que deve anunciar novas medidas de flexibilização do comércio no estado na próxima quarta-feira (28). Apesar disso, a necessidade de distanciamento social e uso de máscara devem ser mantidas.

São Paulo deve anunciar em breve flexibilização do comércio no estado
São Paulo deve anunciar em breve flexibilização do comércio no estado (Imagem: Rovena Rosa/Agência Brasil)

Apesar do risco pela variante delta, o governo entenda que será possível prosseguir com a flexibilização do Plano São Paulo. Conforme o Estadão, o vice-governador Rodrigo Garcia (PSDB) afirmou que a transmissão comunitária dessa variante não deve atrasar os planos de reabertura.

De qualquer forma, o presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, destaca que a delta preocupa o Brasil — e não apenas o estado de São Paulo. O cientista afirma que há indicações que a variante “terá uma importância epidemiológica”.

O Butantan já iniciou os estudos para avaliar se a vacina CoronaVac possui efetividade contra a variante delta. Conforme Dimas Covas, o Butantan já tem trabalhado no isolamento dessa variante.

Dentre as medidas tomadas para essa vigilância epidemiológica, está o aumento do número de amostras sequenciadas e uma enquete soroepidemiológica para compreender a penetração da delta na região.

O cientista afirmou que essas ações visam compreender o atual panorama. Além disso, elas ajudar a decidir pelas medidas compatíveis para fazer a contenção — caso seja necessário.

Flexibilização do comércio em São Paulo deve valer em agosto

As regras atuais valem até o fim de julho. Sendo assim, as mudanças passariam a valer a partir de agosto. Atualmente, o comércio e serviços podem funcionar com o limite de 60% da capacidade. O horário permitido de funcionamento é até as 23h. O toque de recolher em São Paulo vale das 23h às 5h.

Como base para a possível flexibilização, está o avanço da vacinação, a redução consecutiva dos indicadores da pandemia, além do monitoramento da nova variante.

Mesmo com o objetivo de flexibilizar as regras, o coordenador do Centro de Contingência, Paulo Menezes, ressalta que o governo não considera, nesse momento, a retirada das máscaras.

O governo projeta que toda a população adulta tome, pelo menos, a primeira dose da vacina até 20 de agosto.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.