Rio de Janeiro e São Paulo suspendem calendário de vacinação após falta de doses

Capitais do Sudeste suspendem vacinação da covid-19 por falta de novas doses. Nesse final de semana, a prefeitura de São Paulo e do Rio de Janeiro informaram que estão congelando o cronograma de imunização contra o novo coronavírus. Em ambas as cidades, o Ministério da Saúde não entregou os lotes prometidos.

Rio de Janeiro e São Paulo suspendem calendário de vacinação após falta de doses. (Imagem: UOL)
Rio de Janeiro e São Paulo suspendem calendário de vacinação após falta de doses. (Imagem: UOL)

Há meses o Brasil vem lutando para manter o cronograma de vacinação contra o novo coronavírus. Em São Paulo, o público acima dos 28 anos estava prestes a receber o imunizante, mas mediante a falta de medicamentos a atualização do grupo prioritário foi suspensa.

Paralisação da vacina em São Paulo

Em coletiva de imprensa realizada neste domingo (25), a prefeitura de São Paulo informou que não poderá dar continuidade a inclusão de novos cidadãos no calendário, pois não há doses o suficiente em estoque.

De acordo com o prefeito, Ricardo Nunes, será preciso receber novos lotes para que o cronograma seja atualizado. Ele explicou que houve problemas na administração de sua própria gestão no que diz respeito a campanha.

“Inclusive, eu havia anunciado que nós faríamos na quinta e na sexta, 28 anos, e eu estou retirando esta confirmação porque eu ainda dependo… a gente tinha um diálogo com o estado que, aparentemente, nós prefeitura interpretamos mal com relação às doses. Então, o que está confirmado é a vacinação de terça e quarta de 29 anos.”

Até o momento não há previsão para a aplicação da primeira dose daqueles com 28 anos. Os demais permanecem sendo imunes com a segunda aplicação.

Vacinação no Rio de Janeiro

A suspensão do cronograma ocorreu também no Rio de Janeiro. Na última sexta-feira (23), a prefeitura informou que não incluirá novos grupos prioritários para a aplicação da primeira dose.

Por enquanto, apenas aqueles que já foram vacinados terão acesso a segunda aplicação para garantir a conclusão do ciclo de imunização. Até o momento, a gestão convoca homens e mulheres acima dos 34 anos.

“Por já ter aplicado todas as vacinas destinadas à primeira dose (D1) contra a covid-19 e para garantir estoque para as segundas doses (D2) programadas, o Município do Rio de Janeiro suspenderá momentaneamente seu calendário de vacinação de D1 a partir de hoje (23). A vacinação será retomada assim que o Ministério da Saúde enviar nova remessa de vacinas”, disse a prefeitura, em nota.

Ambas as regiões aguardam um novo pronunciamento do Ministério da Saúde informando o envio de novos lotes das vacinas.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.