Forte frente fria atinge todo Brasil nesta semana; geada pode encarecer alimentos

Nesta semana, chega ao Brasil uma intensa massa polar que já está deixando em alerta os produtores das regiões Sul e Sudeste. Nos a últimos dias eles já tiveram prejuízos após uma geada inesperada.

Forte frente fria atinge todo Brasil nesta semana; geada pode encarecer alimentos
Forte frente fria atinge todo Brasil nesta semana; geada pode encarecer alimentos (Imagens Mycchel Legnaghi/São Joaquim Online)

Mesmo que os agricultores gaúchos e paranaenses cultivem culturas típicas do frio, como trigo e cevada, temperaturas de -10ºC, como estão sendo previstas pela previsão do tempo, podem ter um efeito devastador.

Estão sendo previstas geadas no centro-sul do Brasil e temperaturas caindo até 20ºC em locais de maior amplitude no Rio Grande o Sul e em Santa Catarina, segundo o boletim da Metsul Meteorologia emitido no último sábado, 24.

De acordo com a avaliação de técnicos, esta pode ser uma das massas de ar polar mais intensas a alcançar o Brasil em todo o século.

Por conta das baixíssimas temperaturas no Rio Grande do Sul, os produtores de regiões mais geladas, adiaram o plantio de trigo para que o vegetal ainda se encontre em fase vegetativa neste mês, reduzindo o risco de danos.

A Faesp (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo), estima um prejuízo de 15% da produção em regiões como Franca, SP.

“A geada está preocupando. A última não foi tão danosa em São Paulo quanto em Minas Gerais, mas vai impactar até a produção de gado de leite e corte, porque afetou 40% das pastagens de São Paulo“, disse Tirso Meirelles, vice-presidente da Faesp.

O comprometimento da alimentação do gado reflete nos custos ao produtor que já estão altos neste ano por conta do milho. A respeito do café, o presidente da entidade afirma que é necessário considerar na recuperação que um hectare produtivo custa de R$ 18 mil a R$ 20 mil.

Em Patrocínio, Minas Gerais, os produtores projetam uma perda de 50% na produção local. Matheus Grossi que é agricultor, diz 40% de seu parque cafeeiro foi atingido na última semana. Segundo seus cálculos, a safra de 2022 terá 40 mil sacas a menos, por conta da geada.

A Federação da Agricultura e Pecuária de Minas Gerais (Faemg) está realizando um  levantando com sindicatos e produtores para medir o impacto do fenômeno na atividade agrícola.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Forte frente fria atinge todo Brasil nesta semana; geada pode encarecer alimentos

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA