Volta às aulas presenciais é realmente seguro? Pais ainda estão preocupados

Diversos estados brasileiros já deram início a volta às aulas presenciais, outros começarão nas próximas semanas. O Ministro da Educação, Milton Ribeiro, também defendeu em um pronunciamento público na última terça-feira (20), que os alunos voltem para as escolas. Essa decisão é das prefeituras e governos estaduais.

Volta às aulas presenciais é realmente seguro? Pais ainda estão preocupados
Volta às aulas presenciais é realmente seguro? Pais ainda estão preocupados (Imagem: Escolas Exponenciais)

Com as escolas fechadas para as aulas presenciais a mais de um ano, é hora de retornar às salas de aula de forma presencial.

Nos últimos dias diversos líderes têm defendido esse retorno, como fez o Ministro da Educação Milton Ribeiro ao chamar os educadores para retornarem às atividades.

O Brasil não pode continuar com as escolas fechadas, gerando impacto negativo nesta e nas futuras gerações. Não devemos privar nossos filhos do aprendizado necessário para a formação acadêmica e profissional deles”, afirmou o ministro.

Volta às aulas presenciais e pais preocupados

Desde o início dos debates quanto ao retorno das atividades presenciais, um grande número de pais e responsáveis tem demonstrado preocupação quanto a essa ação.

Mas, aos poucos, com o avanço da vacinação, quedas nos números de mortes e de internações, os responsáveis tem demonstrado um pouco mais de segurança para enviar as crianças às escolas, é o que aponta uma pesquisa realizada pelo Instituto MDA.

Quando questionados sobre o retorno das atividades presencias, levando em consideração o avanço na vacinação, 41% dos pais afirmam que a retomada pode ser segura, desde que aconteça de forma gradual. Enquanto que 18% afirmam se sentirem seguros para um retorno total.

Por outro lado, o número de pais/responsáveis que se sentem inseguros é de 36%. Para 80% dos entrevistados o ensino hoje é “pior do que quando era presencial”.

Conselhos de educação e volta às aulas

Se de um lado temos o número crescente de pais apoiando a volta, além das autoridades. Do outro, temos diversos conselhos que condenam essa volta tida como “precoce”.

Para o presidente do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), Vitor de Angelo, o retorno das atividades presenciais deve ser tomado de forma regional, descentralizada.

“Tendo em vista que a situação da pandemia é diferente de um estado para o outro, a partir de uma avaliação regional, cada secretário de estado da Saúde, assim como o secretário de Educação, poderão tomar essa decisão do ponto de vista sanitário e implementá-la dentro das escolas”, afirmou o presidente.

Fique bem informado com a editoria de carreiras do FDR .

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA