Fila da perícia médica do INSS tem quase 500 mil pessoas esperando por exame

Um levantamento feito pelo Sistema Único de Informações de Benefícios (Siube), apontou que cerca de 470 mil brasileiros permanecem na fila de espera da perícia médica. O procedimento é obrigatório para aqueles que desejam receber algum benefício por incapacidade temporária pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)

Fila da perícia médica do INSS tem quase 500 mil pessoas esperando por exame
Fila da perícia médica do INSS tem quase 500 mil pessoas esperando por exame. (Imagem: Arquivo CORREIO)

Embora tenha havido uma queda de 26% no número de beneficiários em espera, se comparado ao quantitativo apurado no mês de março deste ano [635.780], o número ainda é alto tendo em vista o tempo de espera. Para ser mais exato, existem 470.140 pessoas aguardando para realizar o procedimento. 

Deste total, 76% se referem à perícia médica voltada à aquisição de benefício por incapacidade temporária ou permanente. Por outro lado, 23% consistem no Benefício de Prestação Continuada (BPC), e 1% vinculados à aposentadoria por invalidez. 

As perícias médicas ficaram suspensas por alguns meses, mas o procedimento foi oficialmente retomado entre março e abril de 2021. Este prazo em que as avaliações médicas não foram executadas contribui para o aumento expressivo da fila de espera, que está sendo reduzida gradativamente, de acordo com Diego Cherulli, vice-presidente do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP).

Na oportunidade, ele declarou que, “a redução tem causa nas novas políticas administrativas do INSS, como fazer perícia por meio de documentos e o retorno da perícia presencial. A redução é natural considerando o esforço que o INSS tem feito para reduzir a fila. Mas 470 mil pessoas ainda é um número muito expressivo”.

Ainda assim é preciso que algumas localidades se mobilizem para agilizar a fila de espera, pois em algumas cidades a perícia médica não está disponível. Em circunstâncias como essa é preciso que o cidadão se dirija até o município mais próximo onde o serviço é oferecido.

Mas nem sempre esse deslocamento é possível em virtude de alguma incapacidade, o que dificulta o andamento do processo. 

Neste sentido, o vice-presidente do IBDP alerta que não basta apenas focar em agilizar o andamento da fila de espera visando os números, também é importante prezar pela qualidade dos processos.

Desta forma, tanto os requerentes de benefícios previdenciários quanto os profissionais do INSS devem se concentrar em realizar a perícia médica corretamente, analisando toda a documentação para evitar erros e fraudes.

https://www.youtube.com/watch?v=xdvWk5r-Rng&t=27s&ab_channel=FDR-Finan%C3%A7as%2CDireitos%2CRenda

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Fila da perícia médica do INSS tem quase 500 mil pessoas esperando por exame

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA