Governo do DF anuncia mutirão de vacinação nesta sexta, sábado e domingo

O Governo do Distrito Federal (DF) anunciou que a partir da próxima sexta-feira, 23, dará início a um mutirão de vacinação. Cerca de 100 postos por todo o DF serão organizados para atender a população local na sexta, sábado e domingo, 23, 24 e 25, respectivamente. 

Governo do DF anuncia mutirão de vacinação nesta sexta, sábado e domingo
Governo do DF anuncia mutirão de vacinação nesta sexta, sábado e domingo. (Imagem: Correio Braziliense)

A ação tem o objetivo de agilizar o calendário de vacinação contra a Covid-19 no Distrito Federal. O público-alvo do mutirão serão os adultos com 37 anos ou mais. 

A iniciativa foi comunicada durante uma coletiva de imprensa da Saúde realizada na tarde desta quarta-feira, 21, no Palácio do Buriti. Atualmente, o Distrito Federal possui 54 postos de vacinação espalhados pela cidade, os quais serão redobrados e reforçados pela Secretaria de Saúde. 

Na oportunidade, o chefe da Casa Civil, Gustavo Rocha, informou que os cidadãos da faixa etária mencionada não precisarão fazer o agendamento para serem imunizados.

A ampliação no calendário através deste mutirão de vacinação se tornará uma realidade mediante a chegada de um novo lote contendo 87 mil doses de vacinas contra a Covid-19. 

No que compete ao horário de atendimento nos postos de vacinação, bem como a lista de unidades em funcionamento no fim de semana mencionado, devem ser divulgados até a próxima quinta-feira, 22. O chefe da Casa Civil destacou que a medida será capaz de reduzir expressivamente as filas nos postos de imunização e assim, evitar aglomerações. 

“Esses postos serão divididos entre os que vão aplicar a primeira dose e os que darão a segunda”, explicou Rocha.

“Além disso, a Polícia Militar e agentes de saúde vão monitorar os pontos de vacinação. O objetivo é informar a população de quantas doses estão dispostas naquele ponto e se efetivamente terá a vacina quando chegar a vez da pessoa”, alegou.

Enquanto isso, a previsão do Governo do Distrito Federal é para que 180 mil pessoas sejam vacinadas com a segunda dose até o final deste mês de julho. Em complemento, o secretário de Saúde, Osnei Okumoto, informou que 170 mil vacinas foram reservadas na Rede de Frio da Saúde, enquanto o restante deve ser entregue pelo Ministério da Saúde nos próximos dias. 

O atendimento deste grupo prioritário sem a obrigatoriedade da vacinação funcionará como um teste por parte do Governo do Distrito Federal. O último grupo atendido, composto por adultos com 40 anos ou mais, esgotou todas as vagas na última segunda-feira.

Postos exclusivos serão reservados para a aplicação da segunda dose nos dias do mutirão, além do que, gestantes e puérperas não poderão ser imunizadas nestes dias.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.