Início do calendário da 4ª parcela do auxílio emergencial 2021 marcarão esta semana

Pontos-chave
  • O governo federal antecipou o calendário de pagamento do auxílio emergencial;
  • A 4ª parcela começa a ser paga nesta semana para alguns beneficiários;
  • Os valores variam ente R$150 a R$375.

Nesta semana, começa o pagamento da 4ª parcela do auxílio emergencial. O calendário foi antecipado pelo governo federal, assim como aconteceu na primeira parcela. Veja o calendário.

Início do calendário da 4ª parcela do auxílio emergencial 2021 marcarão esta semana
Início do calendário da 4ª parcela do auxílio emergencial 2021 marcarão esta semana(Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

Calendário da 4ª parcela do auxílio emergencial 2021

Vale para quem está fora do programa Bolsa Família.

CRÉDITO NA CONTA

Mês de nascimento Dia
Janeiro 17 de julho
Fevereiro 18 de julho
Março 20 de julho
Abril 21 de julho
Maio 22 de julho
Junho 23 de julho
Julho 24 de julho
Agosto 25 de julho
Setembro 27 de julho
Outubro 28 de julho
Novembro 29 de julho
Dezembro 30 de julho

SAQUE DO VALOR

Mês de nascimento Dia
Janeiro 2 de agosto
Fevereiro 3 de agosto
Março 4 de agosto
Abril 5 de agosto
Maio 9 de agosto
Junho 10 de agosto
Julho 11 de agosto
Agosto 12 de agosto
Setembro 13 de agosto
Outubro 16 de agosto
Novembro 17 de agosto
Dezembro 18 de agosto

BOLSA FAMÍLIA:

Inscritos NIS 4ª parcela
NIS de final 1 19 de julho
NIS de final 2 20 de julho
NIS de final 3 21 de julho
NIS de final 4 22 de julho
NIS de final 5 23 de julho
NIS de final 6 26 de julho
NIS de final 7 27 de julho
NIS de final 8 28 de julho
NIS de final 9 29 de julho
NIS de final 0 30 de julho
Início do calendário da 4ª parcela do auxílio emergencial 2021 marcarão esta semana
Início do calendário da 4ª parcela do auxílio emergencial 2021 marcarão esta semana (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

Valor das parcelas do auxílio emergencial

O valor do benefício será de R$ 250 e vai variar de R$ 150 a R$ 375 segundo o perfil do beneficiário e a composição de cada família.

  • Famílias vão receber R$ 250;
  • Uma família monoparental, dirigida por uma mulher, vai receber R$ 375;
  • Pessoas que moram sozinhas vão receber R$ 150.

Como funciona o pagamento pelo Caixa Tem?

As contas serão abertas automaticamente e de forma gratuita para o pagamento dos benefícios, sem que seja preciso apresentar documentos nem comparecer a nenhuma agência. 

Aqueles que já possuem conta na Caixa, nada muda. Os créditos serão feitos nas contas que já existem e os valores poderão ser movimentados usando o cartão da conta ou pelo internet banking e app da Caixa.

Como sacar o dinheiro?

No caixa eletrônico e na lotérica o processo é o mesmo:

  1. O saque é realizado sem cartão, então clique no botão “Entra”do teclado do caixa eletrônico.
  2. Clique no botão “Saque Auxílio Emergencial”.
  3. Digite o número do seu CPF e clique no botão “Confirmar”.
  4. Digite o código de seis dígitos que foi gerado no aplicativo Caixa Tem e aperte o botão “Confirmar”.
  5. Escolha um valor para saque e aperte o botão “Entra”.
  6. Aguarde a liberação do dinheiro.

Como gerar o código para fazer saque?

  • Primeiro o trabalhador deve acessar a sua conta poupança digital no aplicativo;
  • Depois, o usuário deve ir na opção saque e informar o valor que deseja sacar;
  • Ao informar o valor, um código vai ser gerado;
  • O beneficiário vai anotar este código e por meio dele fazer o saque em caixa eletrônico ou na lotérica.

Entenda como funciona o saque:

  1. Vá até um terminal de autoatendimento da Caixa;
  2. Clique no botão “Entra” do teclado;
  3. Selecione a opção “Saque Auxílio Emergencial”;
  4. Coloque o número do seu CPF e clique no botão “Confirmar”;
  5. Digite o código de seis dígitos que foi gerado no aplicativo Caixa Tem e aperte o botão “Confirmar”;
  6. Escolha um valor para saque e aperte o botão “Entra”.
  7. Pronto, o valor escolhido será entregue em seguida.

Auxílio Emergencial

O governo de Jair Bolsonaro deve prorrogar o pagamento do auxílio emergencial por mais três meses, sendo assim, será pago até outubro deste ano. Isso de acordo com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

De acordo com Guedes, a decisão final sobre o número de parcelas será tomada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e pelo ministro da Cidadania, João Roma, com base em dados mais concretos do Ministério da Saúde sobre o ritmo de vacinação dos brasileiros.

Caso, toda a população adulta seja vacinada até o fim de setembro, o auxílio teria mais duas parcelas. Mas, se a vacinação para pessoas com 18 anos ou mais se estender até o fim de outubro o benefício teria mais três parcelas.

Em abril, o governo reeditou o pagamento do auxílio emergencial, com o pagamento de quatro parcelas que variam de R$ 150 a R$ 375. O valor do benefício deve permanecer o mesmo com a prorrogação.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA