Calendário da 4ª parcela do auxílio emergencial 2021 geral e do Bolsa Família

Pontos-chave
  • Bolsa Família recebe auxílio emergencial até outubro;
  • Novo Bolsa Família deve ser lançado até dezembro de 2021;
  • Pagamento do auxílio emergencial para o Bolsa Família é efetuado no Caixa Tem.

Os beneficiários do Bolsa Família serão os primeiros a receberem a quarta parcela do auxílio emergencial. A transferência de renda a caráter emergencial para este grupo, segue o padrão original da bolsa, efetuando os pagamentos nos dez últimos dias de cada mês. 

Calendário da 4ª parcela do auxílio emergencial 2021 geral e do Bolsa Família
Calendário da 4ª parcela do auxílio emergencial 2021 geral e do Bolsa Família. (Imagem: Reprodução/G1)

No que compete à ordem dos pagamentos, eles são efetuados com base no dígito final do Número de Identificação Social (NIS). Desta forma, os beneficiários cujo NIS termina em 1 recebem a quarta parcela do auxílio emergencial no dia 19 de julho.

Os pagamentos serão efetuados gradativamente, até serem concluídos com o NIS final 0 no dia 30 de julho. Vale ressaltar que o Bolsa Família é o único grupo com o calendário completo do auxílio emergencial, até mesmo as parcelas extras referentes à prorrogação que irão até o mês de outubro. 

A apuração de um calendário completo se deve justamente ao fato de as pastas competentes optarem por recorrer ao formato original de depósitos do benefício. Isso quer dizer que a última parcela do auxílio emergencial para o Bolsa Família será paga no dia 29 de outubro de 2020. 

Valor do auxílio emergencial 2021 para o Bolsa Família

Na etapa inicial do auxílio emergencial que começou a ser pago em 2020, o Governo Federal junto ao Ministério da Cidadania pagou cinco parcelas no valor de R$ 600 entre abril e agosto, além de outras quatro parcelas no valor de R$ 300 até dezembro.

Ressaltando que as mães solteiras chefes de famílias monoparentais tiveram direito à cota dupla, portanto receberam R$ 1.200 e R$ 600, respectivamente. 

No entanto, após meses de incerteza sobre a promoção do auxílio emergencial em 2021, para viabilizar as parcelas atuais foi preciso alterar os valores oferecidos.

Sendo assim, foi preciso alterar os valores que variam de acordo com os critérios apresentados por cada cidadão no ato da inscrição.

Isso quer dizer que os beneficiários que moram sozinhos recebem parcelas de R$ 150, enquanto os chefes de grupos familiares que fazem parte do público geral são contemplados pela quantia média de R$ 250. Por fim, a cota máxima de R$ 375 é destinada às mães solteiras chefes de famílias monoparentais. 

Pagamento do auxílio emergencial para o Bolsa Família 

O pagamento do auxílio emergencial foi unificado para todos os beneficiários, isso inclui o Bolsa Família. Portanto, os depósitos das parcelas são efetuados através da conta poupança social digital, gerenciada pelo aplicativo Caixa Tem.

A plataforma foi criada em 2020 pela Caixa Econômica Federal (CEF) para evitar aglomerações nas portas das agências bancárias, além de estimular a movimentação do dinheiro no formato virtual. 

O Caixa Tem oferece uma série de serviços e ferramentas gratuitas, ou seja, não há a cobrança de taxas mensais como ocorre nos bancos tradicionais. Os clientes da conta poupança digital podem movimentar R$ 600 por transação, R$ 1.200 por dia e R$ 5 mil por mês. Entre as várias possibilidades a plataforma permite ao usuário: 

  • Pagar boletos online; 
  • Realizar pagamentos na Casa Lotérica; 
  • Fazer recarga de telefone celular vinculado a qualquer operadora; 
  • Contratar o Seguro Apoio Família; 
  • Obter dicas financeiras; 
  • Realizar compras online com o cartão de débito virtual;
  • Realizar compras presenciais mediante a leitura do QR Code emitido pela máquina de cartão do estabelecimento comercial;
  • Informar os rendimentos de pessoa física; 
  • Consultar o Número de Identificação Social (NIS); 
  • Consultar o Bolsa Família;
  • Receber o Seguro Desemprego; 
  • Fazer transferências via TED e DOC;
  • Fazer transferências e efetuar pagamentos com a chave PIX; 
  • Consultar o extrato de movimentação da conta poupança.
Calendário da 4ª parcela do auxílio emergencial 2021 geral e do Bolsa Família
Calendário da 4ª parcela do auxílio emergencial 2021 geral e do Bolsa Família. (Imagem: Sérgio Lima/Poder360)

Novo Bolsa Família

Enquanto o auxílio emergencial continua sendo pago aos beneficiários do Bolsa Família até o mês de outubro, a equipe técnica do Governo Federal tem este mesmo prazo para concluir o texto do novo Bolsa Família.

O programa de transferência de renda será reestruturado após diversas tentativas do atual presidente da República, Jair Bolsonaro, em implementar novos programas sociais para que pudesse dar fim ao tradicional Bolsa Família

Contudo, após a frequente rejeição por parte dos parlamentares, Bolsonaro se concentrou em atualizar o Bolsa Família, ação que já faz parte da campanha para a reeleição em 2022.

A previsão é para que o novo programa de transferência de renda seja viabilizado, no máximo, entre novembro e dezembro de 2021. Entre as propostas do novo Bolsa Família está:

  • Elevar o valor mensal da bolsa; 
  • Pagar um bônus aos beneficiários;
  • Implementar bolsas de mérito escolar;
  • Criar um aplicativo próprio para o programa; 
  • Conceder um crédito consignado descontado diretamente da mensalidade da bolsa.

Calendário do auxílio emergencial para o Bolsa Família

NIS final 1ª parcela 2ª parcela 3ª parcela 4ª 

parcela

5ª parcela 6ª 

parcela

parcela

1 16/04 18/05 17/06 19/07 18/08 17/09 18/10
2 19/04 19/05 18/06 20/07 19/08 20/09 19/10
3 20/04 20/05 21/06 21/07 20/08 21/09 20/10
4 22/04 21/05 22/06 22/07 23/08 22/09 21/10
5 23/04 24/05 23/06 23/07 24/08 23/09 22/10
6 26/04 25/05 24/06 26/07 25/08 24/09 25/10
7 27/04 26/05 25/06 27/07 26/08 27/09 26/10
8 28/04 27/05 28/06 28/07 27/08 28/09 27/10
9 29/04 28/05 29/06 29/07 30/08 29/09 28/10
0 30/04 31/05 30/06 30/07 31/08 30/09 29/10

Calendário da quarta parcela do auxílio emergencial para o público geral

  • Nascidos em janeiro: 23 de julho;
  • Nascidos em fevereiro: 25 de julho;
  • Nascidos em março: 28 de julho;
  • Nascidos em abril: 1º de agosto;
  • Nascidos em maio: 03 de agosto;
  • Nascidos em junho: 05 de agosto;
  • Nascidos em julho: 08 de agosto;
  • Nascidos em agosto: 11 de agosto;
  • Nascidos em setembro: 15 de agosto;
  • Nascidos em outubro: 18 de agosto;
  • Nascidos em novembro: 20 de agosto;
  • Nascidos em dezembro: 22 de agosto.

Calendário de saques da quarta parcela do auxílio emergencial para o público geral

  • Nascidos em janeiro: 13 de agosto;
  • Nascidos em fevereiro: 17 de agosto;
  • Nascidos em março: 19 de agosto;
  • Nascidos em abril: 23 de agosto;
  • Nascidos em maio: 25 de agosto;
  • Nascidos em junho: 27 de agosto;
  • Nascidos em julho: 30 de agosto;
  • Nascidos em agosto: 1º de setembro;
  • Nascidos em setembro: 03 de setembro;
  • Nascidos em outubro: 06 de setembro;
  • Nascidos em novembro: 08 de setembro;
  • Nascidos em dezembro: 10 de setembro.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.