Calendário de pagamentos do auxílio emergencial 2021 para esta semana

Pontos-chave
  • Caixa autoriza saque do auxílio emergencial para grupo específico;
  • Segurados devem ir até agência para ter acesso ao abono;
  • Calendário da quarta parcela já foi anunciado.

Cronograma de pagamentos do auxílio emergencial autoriza saque nesta semana. Os segurados que tiveram seus benefícios depositados no Caixa Tem durante o mês de junho estão sendo convocados para solicitar o valor em espécie. De acordo com o calendário, a autorização de TED’s ficará disponível até o próximo dia 19.

Calendário de pagamentos do auxílio emergencial 2021 para esta semana (Imagem: Agora/Folha UOL)
Calendário de pagamentos do auxílio emergencial 2021 para esta semana (Imagem: Agora/Folha UOL)

Enquanto o governo organiza o pagamento da quarta parcela do auxílio emergencial, a Caixa Econômica Federal libera o saque das mensalidades já depositadas. Para quem foi contemplado com a terceira rodada em junho, o atual momento é de transferências e retiradas do benefício em espécie.

Durante os próximos dias, os aniversariantes de julho a dezembro terão autorização para retirar o benefício do Caixa Tem. Neste caso, no entanto, é válido ressaltar que só poderá ser usada a quantia ainda restante na poupança digital.

Pagamento do auxílio emergencial nesta semana

Todas as datas a seguir valem para saque ou transferência.

Julho 12 de julho
Agosto 13 de julho
Setembro 14 de julho
Outubro 15 de julho
Novembro 16 de julho
Dezembro 19 de julho

Calendário da 4ª parcela do auxílio emergencial

Já a quarta parcela será iniciada no fim do mês. A partir do próximo dia 23 o governo passará a efetuar os depósitos no Caixa Tem para quem foi registrado via solicitação nas ferramentas da Caixa.

Esse grupo receberá o valor no app e depois terá a autorização para saque como já estabelecido pela gestão pública federal.

Quarta parcela do auxílio emergencial 2021: calendário de pagamento (depósito na Poupança Social) – público geral

  • Nascidos em janeiro: 23 de julho
  • Nascidos em fevereiro: 25 de julho
  • Nascidos em março: 28 de julho
  • Nascidos em abril: 1º de agosto
  • Nascidos em maio: 03 de agosto
  • Nascidos em junho: 05 de agosto
  • Nascidos em julho: 08 de agosto
  • Nascidos em agosto: 11 de agosto
  • Nascidos em setembro: 15 de agosto
  • Nascidos em outubro: 18 de agosto
  • Nascidos em novembro: 20 de agosto
  • Nascidos em dezembro: 22 de agosto

Quarta parcela do auxílio emergencial 2021: calendário de saques – público geral

  • Nascidos em janeiro: 13 de agosto
  • Nascidos em fevereiro: 17 de agosto
  • Nascidos em março: 19 de agosto
  • Nascidos em abril: 23 de agosto
  • Nascidos em maio: 25 de agosto
  • Nascidos em junho: 27 de agosto
  • Nascidos em julho: 30 de agosto
  • Nascidos em agosto: 1º de setembro
  • Nascidos em setembro: 03 de setembro
  • Nascidos em outubro: 06 de setembro
  • Nascidos em novembro: 08 de setembro
  • Nascidos em dezembro: 10 de setembro
Calendário de pagamentos do auxílio emergencial 2021 para esta semana (Imagem: FDR)
Calendário de pagamentos do auxílio emergencial 2021 para esta semana (Imagem: FDR)

Calendário do auxílio emergencial para o Bolsa Família

Por fim, a população vinculada ao Bolsa Família também já tem nova data de pagamento. O grupo é o único que recebe o abono em um só cronograma, sem que seja necessário aguardar o período mínimo de saque e TED.

Assim que receber a parcela, o sujeito já passa a ter o direito e fazer a retirada utilizando o cartão do projeto em qualquer agência da Caixa, ou unidade das Casas Lotéricas.

Quarta parcela do auxílio emergencial 2021: calendário de pagamento para beneficiários do Bolsa Família

  • NIS com final 1: 19 de julho
  • NIS com final 2: 20 de julho
  • NIS com final 3: 21 de julho
  • NIS com final 4: 22 de julho
  • NIS com final 5: 23 de julho
  • NIS com final 6: 26 de julho
  • NIS com final 7: 27 de julho
  • NIS com final 8: 28 de julho
  • NIS com final 9: 29 de julho
  • NIS com final 0: 30 de julho

 Quem tem direito ao auxílio emergencial 2021?

Para ser um beneficiário do projeto neste ano é preciso:

  • ter recebido o auxílio em 2020
  • ter renda familiar mensal de até três salários mínimos (R$ 3.300.00)
  • ter renda familiar por pessoa em até meio salário mínimo (R$ 550.00)
  • ser beneficiário do Bolsa Família e ser trabalhador informal

Ainda dentro deste grupo o governo vem excluindo:

  • trabalhadores formais com carteira assinada
  • quem não sacou e nem utilizou o auxílio em 2020
  • quem é beneficiário do INSS
  • quem não foi aprovado no auxílio emergencial em 2020
  • estagiários, beneficiários de bolsas de estudo ou similares
  • pessoas menores de idade
  • detentos presos
  • quem teve renda acima de R$28.559.70 em 2019
  • quem tinha propriedades acima de R$300.000 em 2019
  • quem recebeu rendimentos isentos em 2019, não tributados na fonte superior a R$ 40.000.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA