CAIXA Tem libera saques de novo grupo do auxílio emergencial na sexta (9)

A partir desta sexta-feira, 9, os beneficiários do grupo geral nascidos em junho estão autorizados a realizar saques e transferências da terceira parcela do auxílio emergencial. Este grupo é composto por desempregados, trabalhadores autônomos e cidadãos de baixa renda inscritos no Cadastro Único (CadÚnico).

CAIXA Tem libera saques de novo grupo do auxílio emergencial na sexta (9)
CAIXA Tem libera saques de novo grupo do auxílio emergencial na sexta (9). (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

O calendário de saques e transferências da terceira parcela do auxílio emergencial terá uma pausa durante o sábado e domingo, 10 e 11, respectivamente.

No entanto, a liberação das respectivas transações volta na próxima segunda-feira, 12, com os aniversariantes do mês de julho e assim por diante.

Este cronograma está previsto para terminar no dia 19 de julho com os nascidos em dezembro. Na mesma data, começa o calendário de depósitos da quarta parcela do auxílio emergencial para os inscritos no Bolsa Família

Esses beneficiários recebem o auxílio emergencial com base no dígito final do Número de Identificação Social (NIS), sempre nos últimos dez dias úteis de cada mês, seguindo o padrão original do Bolsa Família.

Este grupo ainda conta com uma particularidade, a de não precisar aguardar por um calendário específico para saques e transferências. 

Por outro lado, os depósitos da quarta parcela do auxílio emergencial para o público geral irá acontecer entre 23 de julho a 22 de agosto, para os aniversariantes de janeiro a dezembro.

Os saques e transferências serão liberados somente a partir do dia 13 de agosto, contemplando os aniversariantes de cada mês gradativamente até ser encerrado no dia 27 de agosto. 

Além disso, os beneficiários do auxílio emergencial também podem aguardar pelas parcelas extras provenientes da prorrogação do benefício até o mês de outubro.

O calendário completo e oficial referente à prorrogação do auxílio emergencial ainda não foi divulgado. O que se sabe até o momento é que haverá a manutenção dos valores pagos atualmente. 

Isso quer dizer que os beneficiários que moram sozinhos continuam recebendo R$ 150; enquanto o público geral mediante os chefes de grupos familiares recebem R$ 250; deixando a cota máxima do benefício para as mães solteiras chefes de famílias monoparentais. 

O formato de pagamento também será o mesmo, ou seja, através das contas poupanças sociais digitais, gerenciadas pelo aplicativo Caixa Tem.

Em um primeiro momento os beneficiários poderão utilizar quase todos os recursos da plataforma. Como o pagamento de boletos, recarga de celular, pagamentos e transferências via PIX, desde que não seja para a mesma titularidade. 

A única restrição fica por conta dos saques e transferências via TED e DOC, que conforme mencionado acima, são liberados mediante um calendário específico para o público geral.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.