IRPF: Mudanças na declaração simplificada vai encarecer custos para outra classe

O governo propõe que a declaração simplificada do Imposto de Renda (IRPF) seja limitada aos contribuintes com renda anual de até R$ 40 mil. A classe média baixa seria a principal afetada pela medida, segundo cálculo da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Unafisco).

IRPF: Mudanças na declaração simplificada vai encarecer custos para outra classe
IRPF: Mudanças na declaração simplificada vai encarecer custos para outra classe (Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Conforme proposta do governo, o desconto de 20% por meio da declaração simplificada seria limitado aos contribuintes que ganham até 40 mil por ano. Com isso, o abatimento poderia ser de até R$ 8 mil.

No formato atual, esse modelo de declaração do Imposto de Renda possibilita um desconto sobre a base de cálculo do tributo — com limite de R$ 16.754,34.

Possível impacto pela mudança na declaração simplificada do IRPF

De acordo com cálculos realizados pela Unafisco, ao Globo, esta mudança impactará principalmente os contribuintes que não possuem deduções a realizar com dependentes, despesas com educação ou saúde, e ganham menos.

O presidente da Unafisco, Mauro Silva, afirma que a medida onera principalmente os contribuintes de classe média baixa. Estes são considerados os mais fragilizados.

Isso ocorre porque parte dos contribuintes que contam com deduções já não realizam a declaração por meio do modelo simplificado.

Silva entende que a solução para este cenário seria não haver a limitação. Ele afirma que há a necessidade de aperfeiçoamento.

Conforme indicado, o contribuinte sem dependentes e com renda anual de R$ 40,1 mil, ou R$ 3.341,6 por mês, já estaria acima do limite autorizado pela sugestão do governo. Este cidadão deixaria de pagar R$ 156,00 pela declaração simplificada e passaria a recolher R$ 470,29 pela declaração completa.

O cidadão sem deduções e que recebe R$ 48 mil de renda anual, ou R$ 4 mil mensal, recolhe R$ 630 com a declaração simplificada — no formato atual. Diante desta mudança para a versão completa, o pagamento seria de R$ 1.329,68.

No caso dos contribuintes com um e dois dependentes, a perspectiva muda. A pessoa que tem renda anual de R$ 48 mil deixaria de recolher R$ 630 por meio da declaração simplificada.

Este poderia pagar R$ 542,10 com um dependente pela versão completa. Ou ainda, ele poderia pagar R$ 104,35 com dois dependentes, ao considerar os descontos com educação e dependentes.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

IRPF: Mudanças na declaração simplificada vai encarecer custos para outra classe

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do FDR produzindo conteúdo sobre economia.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA