Aneel aprova reajuste na bandeira vermelha; o que muda no seu bolso?

A partir desse mês de julho, a conta de energia vai ficar mais cara, o aumento será de cerca de  8% em média no valor final. Isso, pois, aconteceu um reajuste na bandeira tarifária vermelha patamar 2 feito pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Aneel aprova reajuste na bandeira vermelha; o que muda no seu bolso?
Aneel aprova reajuste na bandeira vermelha; o que muda no seu bolso? (Imagem: Eletron Energia)

Bandeiras tarifárias

No início do ano de 2015, a cobrança da conta de energia começou a ser feita pelo sistema de bandeiras tarifárias, que cobra a energia da população de acordo com a dificuldade em sua produção. 

Algumas vezes é necessário o  uso de usinas termoelétricas para gerar a energia necessária, como o custo dessa forma de geração é maior, a conta paga pela população também se torna maior. 

Verde: Condições favoráveis de geração de energia, por isso,não há acréscimo na conta.

Amarela: Condições menos favoráveis de geração de energia, por isso, há um acréscimo de R$ 1,50 para cada 100KWh consumido.

Vermelha 1: Condições desfavoráveis na produção e necessidade de ligação das termoelétricas, por isso, acréscimo de R$ 3,97 para cada 100KWh consumido

Vermelha 2: Condições desfavoráveis na produção e necessidade de ligação das termoelétricas, por isso, acréscimo de R$ 9,49 para cada 100KWh consumido.

A bandeira que será acionada será a vermelha 2, no qual é a situação mais crítica sem chuvas. Logo, o consumidor terá que pagar mais. 

Qual o motivo do reajuste na bandeira?

Os reajustes são comuns, o último aconteceu em 2019. Porém, esse reajuste raramente é tão alto. Isso está acontecendo, pois o Brasil passa hoje pela pior crise hídrica dos últimos 91 anos.

De acordo com o diretor-geral da Aneel, André Pepitone, a falta de chuvas está atrapalhando o abastecimento de energia do país, já que 65% da matriz energética brasileira vem de hidrelétricas.

Corte de energia

A entidade, Proteste, que defende o direito dos consumidores, alerta que as empresas podem cortar a energia de quem deixa de pagar a conta de luz. Porém, há procedimentos que devem ser cumpridos pelas empresas.

Conta atrasada 

Aqueles que tiveram contas de luz atrasadas podem ter o serviço interrompido e sofrer corte de energia. Apesar disso, não existe uma quantidade mínima de contas em aberto que permita o corte no fornecimento de energia.

Assim, a companhia elétrica pode cortar a luz da casa do consumidor inadimplente com apenas uma conta em aberto.

Isso também não significa que logo após o pagamento da conta em atraso, a energia elétrica de uma casa será cortada. São determinados prazos pela  Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Aneel aprova reajuste na bandeira vermelha; o que muda no seu bolso?

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA