Prefeitura do RJ inicia vacinação de lactantes nesta segunda-feira (28)

Hoje a capital do Rio de Janeiro iniciará a vacinação de lactantes. O anúncio foi feito na última sexta-feira (25), pelo prefeito Eduardo Paes e o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz. Com isso, o município inicia a imunização de mais um grupo prioritário.

Prefeitura do RJ inicia vacinação de lactantes nesta segunda-feira (28)
Prefeitura do RJ inicia vacinação de lactantes nesta segunda-feira (28) (Imagem: ANDRE MELO ANDRADE/ESTADÃO)

A vacinação de lactantes só será possível para as mulheres que tiverem a indicação profissional de saúde que acompanha a criança. Dessa maneira, após receber a dose não deve ser interrompida a amamentação.

A decisão para começar a vacinação de lactantes teve como base os grupos prioritários definidos pelo Plano Nacional de Imunização (PNI). Paes ressaltou que muitos grupos estão fazendo pressão para a liberação da vacina, porém a decisão é tomada pelas autoridades sanitárias.

Além do anúncio da vacinação de lactantes, o prefeito e o secretário informaram que as medidas de proteção serão prorrogadas até o dia 12 de julho. A decisão foi tomada após a análise do 25º Boletim Epidemiológico.

Esse documento é divulgado pelo Centro de Operações Rio (COR). De acordo com o boletim, o município continua com alto risco de contaminação de Covid-19. Por esse motivo, as medidas restritivas continuarão valendo até o dia 12 de julho.

Além disso, as medidas têm como objetivo evitar a propagação da gripe no período do inverno. Segundo Paes é durante essa estação que há o aumento de doenças respiratórias.

Por esse motivo, será necessário continuar usando máscaras, álcool em gel e mantendo o distanciamento social.

O secretário de Saúde reforçou dizendo que é nesse período que as pessoas andam de ônibus com os vidros fechados. Por tanto é importante evitar a exposição desnecessária e a aglomeração.

Durante o anúncio também foi falado sobre a escolha da vacina e a ação foi muito criticada. Segundo o prefeito tem cidadãos que estão tentando burlar o sistema de vacinação.

Alguns estão usando as datas de repescagem para tomar o imunizante de outro fabricante, mesmo já tendo tomado a 1ª dose.

Diante desse cenário, Paes afirmou que aqueles que fizerem essa ação fraudulenta terão que arcar com os atos. Para identificar essas ações será realizado o cruzamento de dados e os casos identificados serão encaminhados para investigação do Ministério Público e da polícia.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.