Por que Anitta decidiu entrar em conselho do Nubank? Cantora abre o jogo e conta motivo

Anitta além de ser um dos principais nomes da música brasileira atual, se uniu a fintech Nubank e integrará o conselho de administração, uma escolha inesperada da instituição. Nascida no Rio de Janeiro, a cantora já foi indicada ao Grammy Latino cinco vezes e possui 54 milhões de seguidores no Instagram.

Anitta entra no conselho do Nubank em estratégia para alcançar novas classes
Anitta entra no conselho do Nubank em estratégia para alcançar novas classes (Imagem IG)

Através de um comunicado feito pelo Nubank, a fintech explicou que Anitta irá auxiliar o banco a melhorar seus serviços e produtos. A cantora, que tem uma fortuna avaliada em US$ 100 milhões, deve fazer propagandas para o banco.

E vai fazer parte de reuniões trimestrais com a diretoria para ajudar nas decisões estratégicas sobre o futuro do negócio.

O objetivo do Nubank é se aproximar dos jovens, principalmente aqueles das classes D e E.

“É muito chato e constrangedor não conseguir ter acesso a produtos financeiros. Muita gente na América Latina sempre viveu de emprego informal. Como essas pessoas vão ter histórico de crédito?”, comentou  Anitta, em nota divulgada pelo banco.

David Vélez, CEO e fundador do Nubank, afirmou que Anitta será responsável por trazer um grande conhecimento de marketing para os clientes da América Latina. Já que a cantora tem parcerias internacionais e projetos fora do país. 

“Anitta tem profundo conhecimento do comportamento dos consumidores nesses mercados que tem explorado e tem muita experiência em estratégias de marketing vencedoras. Essas competências foram chave para a convidarmos para o Conselho”, disse Vélez.

A artista será a terceira mulher a integrar o Conselho de Administração do banco: as outras profissionais são Anita Sands, professora da universidade americana de Princeton e ex-diretora de operações do banco suíço UBS. E Jacqueline Reses, ex-presidente da fintech Square e atual presidente do Conselho Consultivo Econômico do FED, o banco central norte-americano.

Anitta abre o jogo nas redes sociais e brinca sobre nova fase como conselheira do Nubank

Apesar de ser uma grande mulher de negócios, Anitta não larga o bom humor. Quando questionada pelos fãs sobre o motivo da parceria com o Nubank, a cantora respondeu:

Aporte de Warren Buffet

O Nubank anunciou que a empresa de investimentos Berkshire Hathaway, comprou uma participação de 500 milhões de dólares na fintech. O banco investirá o capital em sua expansão.

Com cerca de 40 milhões de clientes no Brasil, México e Colômbia, o Nubank está avaliado em U$$30 bilhões após um aporte recente liderada pela Berkshire Hathaway, do acionista Warren Buffett.

Primeiramente, vai ajudar a expandir ainda mais a oferta de produtos, introduzindo novas soluções ao portfólio, mas também mantendo o ritmo de crescimento acelerado em termos de penetração de mercado, por exemplo, no setor de investimentos”, disse o Nubank à imprensa.

O capital também será investido na expansão internacional do banco, assim como deve ajudar o Nubank a atrair ainda mais os talentos globais.

Segundo a revista Forbes, Warren Buffet é o 6º bilionário mais rico do mundo e possui uma fortuna estimada em US$ 109,2 bilhões atualmente

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Por que Anitta decidiu entrar em conselho do Nubank? Cantora abre o jogo e conta motivo

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA