Governo de SP anuncia volta às aulas presenciais para agosto de 2021

Com o novo plano de volta às aulas presenciais o estado de São Paulo vai permitir que as escolas façam o cálculo para determinar a porcentagem de ocupação possível. O novo plano começa a ser aplicado em agosto.

Governo de SP anuncia volta às aulas presenciais para agosto de 2021
Governo de SP anuncia volta às aulas presenciais para agosto de 2021 (Imagem/Reprodução: Bruno Rocha/Estadão Conteúdo)

Na última quarta-feira, 16, o Governador de São Paulo, João Doria, juntamente com o Secretário de Educação, Rossieli Soares, fez o anuncio do novo plano para a volta às aulas presenciais na educação básica do estado.

Volta às aulas presenciais em São Paulo no segundo semestre

Até então, de modo geral, as escolas deveriam ocupar com alunos apenas 35% de sua capacidade. Com a mudança anunciada ontem, cada escola terá autonomia para determinar o limite de ocupação cabível.

“Neste novo plano, a partir de agosto, cada escola deverá determinar a capacidade de acolhimento total de alunos de acordo com a sua realidade, desde que sejam respeitados todos os protocolos de prevenção, como uso de máscara, álcool em gel e distanciamento mínimo de um metro entre os estudantes na sala de aula”, afirmou João Doria.

Assim, os responsáveis pelos estudantes devem ficar atentos aos comunicados feitos pelas instituições de ensino em que a criança está matricula. Pois, só elas é quem poderão confirmar essa ocupação.

Medidas de prevenção para a volta às aulas presenciais em São Paulo

A primeira grande medida adotada pelo governo foi a vacinação dos profissionais da educação, o estado foi pioneiro nesse aspecto.

“São Paulo foi o primeiro estado do Brasil a vacinar os profissionais de Educação e está empenhado em garantir um retorno seguro às aulas presenciais”, pontuou o governador João Doria.

Além disso, as medidas já conhecidas continuarão a ser utilizadas, como: uso obrigatório de máscara e higienização das mãos.

Outra mudança foi a redução do tamanho do distanciamento, que antes era de 1,5 metro e agora será de apenas um metro.

Para um retorno mais seguro cada escola terá que elaborar seu próprio plano de retomada, ele deverá levar em consideração as orientações gerais do governo estadual, mas também o contexto em que cada unidade escolar está inserida.

“Quanto mais tempo demorarmos a voltar, maior será o déficit de aprendizagem dos nossos estudantes. É urgente voltarmos com nossas crianças, jovens e adultos às aulas presenciais”, destacou Rossieli Soares.

Acompanhe a editoria de carreiras do FDR  e fique bem informado.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR. Jamille utiliza sua experiência na área da educação para cobrir notícias sobre cursos, vestibulares, empregos e concursos.