Dia dos Namorados: Como funciona o comércio das principais capitais dia 12?

Pontos-chave
  • Veja como fica o comércio no Dia dos Namorados;
  • Em São Paulo o comércio pode abrir até às 21h;
  • No Rio, a prefeitura flexibilizou as medidas de restrição.

O Dia dos Namorados será comemorado neste sábado, 12, e os apaixonados que deixam para comprar o presente de última hora devem estar curiosos para saber como ficará o funcionamento do comércio em algumas locais do país. Confira aqui a situação de São Paulo, Pernambuco, Rio de Janeiro e Alagoas.

Dia dos Namorados: Como funciona o comércio das principais capitais dia 12?
Dia dos Namorados: Como funciona o comércio das principais capitais dia 12? (Imagem: Ed Machado/Folha de Pernambuco)

São Paulo

O governo do Estado de SP adiou mais uma vez o funcionamento do comércio até as 22h. De início, o governador João Dória havia dito que a medida vigoraria a partir do início deste mês, depois mudou para o dia 14 e, agora anunciou que nada muda até o início de julho.

Sendo assim, todo o estado permanece na fase atual do Plano SP, que libera o funcionamento de lojas, shoppings e academias salões de beleza e restaurantes até 21h.

“Devido ao aumento dos índices da pandemia, sobretudo de algumas áreas localizadas aqui do estado de São Paulo, o Centro de Contingência da Covid-19 recomendou prorrogar por mais 2 semanas, de 14 a 30 de junho, a atual fase de transição do Plano São Paulo”, disse Doria.

A capacidade máxima de atendimento do comércio permanece em 40%.

Pernambuco 

Em Pernambuco, o governo prorrogou até o próximo domingo, 13, as medidas mais rígidas para o combate ao coronavírus. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
OPORTUNIDADE
imagem do cartão
Novo Cartão de crédito queridinho do Brasil, sem anuidade e que você pode solicitar agora 34.787 pessoas já solicitaram

O decreto engloba parte do Sertão como uma das regiões afetadas. Somente o Sertão do São Francisco e o do Araripe seguem livres de qualquer restrição.

No estado, permanece proibido o funcionamento de clubes sociais, esportivos e agremiações; salas de cinema e teatro; museus e espaços culturais; parques de diversão, temáticos e similares.

O comércio em geral, incluindo os shoppings e galerias comerciais, pode funcionar das 10h às 20h, de segunda a sexta. 

  • Horários 

Para o comércio de bairro, como os estabelecimentos varejistas de pequeno porte localizados em áreas residenciais, fora de shopping centers e galerias comerciais, o horário permitido é das 8h às 18h, das 9h às 19h ou das 10h às 20h, de segunda a sexta.

Dia das Mães: Horário e funcionamento do comércio, bares e restaurantes na Bahia
Comércio dia dos namorados (Imagem: Prefeitura de Feira de Santana)

Rio de Janeiro 

No Rio, a prefeitura flexibilizou as medidas de restrição. De acordo com o último decreto, fica autorizada a realização de música ao vivo em bares e restaurantes. As normas valem até o próximo dia 14.

Atividades comerciais e de prestação de serviços em estabelecimentos como shoppings e centros comerciais podem abrir com capacidade de lotação máxima de 40% em locais fechados e 60% em áreas abertas, com distanciamento de 1,5 m.

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, disse que é difícil fiscalizar as novas regras e pediu para que os donos de estabelecimentos e a população respeitem as determinações.

Paes disse que se forem identificados casos de desobediência as regras em locais específicos da cidade, pode voltar a colocar medidas mais restritivas.

“Nós vamos adotar medidas mais restritivas se as pessoas acharem que não é para respeitar mais regra nenhuma. Essas regras são, de fato, mais complexas para a gente fiscalizar.”

Alagoas 

Em Alagoas, o governador do Estado Renan Filho (MDB) decidiu retomar  as regras mais restritivas da fase vermelha. A razão é o crescimento de internações em decorrência da pandemia.

“Houve um crescimento de quase 25% da ocupação dos leitos ao longo de duas semanas. Por isso vamos precisar tomar novas medidas restritivas, para proteger os desavisados, para proteger até aquele que acredita que não vai pegar a forma grave da doença, e, sobretudo, para proteger aquele que está se cuidando”, afirmou o governador.

Sendo assim, o comércio do centro pode funcionar das 9h às 17h de segunda a sexta. Já as lojas de rua e galerias, estão autorizadas a funcionar das 10h às 18h também apenas nos dias de semana.

Por fim, os shoppings podem abrir entre 11h às 20h, sendo proibido novamente o funcionamento aos sábados, domingos, terças-feiras e feriados.

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.