Cartão alimentação: Veja como receber benefício em Pernambuco e Goiás

Pontos-chave
  • Estados oferecem cartão alimentação como ajuda para famílias vulneráveis;
  • Estado de Goiás concede auxílio alimentação em substituição aos kits escolares;
  • Auxílio municipal emergencial paga benefício entre R$ 50 a R$ 150 em Recife.

Vários estados brasileiros têm se mobilizado para assegurar a aquisição de itens alimentares básicos na mesa das famílias. Foi daí que surgiu o cartão alimentação, benefício semelhante a um auxílio emergencial, mas destinado exclusivamente à compra de alimentos. 

Cartão alimentação: Veja como receber benefício em Pernambuco e Goiás
Cartão alimentação: Veja como receber benefício em Pernambuco e Goiás. (Imagem: JC/UOL)

O cartão alimentação é recarregado com valores simbólicos, ofertados pelo Estados ou municípios. Cada um deles possui os próprios critérios de acesso a serem respeitados pelos beneficiários.

O mesmo vale para os valores que são distintos, de acordo com a realidade específica de cada governo. 

Veja a seguir os detalhes de dois Estados que estão disponibilizando o cartão alimentação. 

Pernambuco

Mais precisamente na capital pernambucana, Recife, o cartão alimentação é ofertado por meio do auxílio municipal emergencial (AME). A ferramenta começou a ser distribuída pela Prefeitura de Recife no dia 24 de maio. 

O cartão alimentação do AME é recarregado com valores que podem variar entre R$ 50 a R$ 150. A quantia exata irá depender do perfil apresentado por cada beneficiário no momento do cadastro inicial. A expectativa é para que cerca de 30 famílias em situação de vulnerabilidade social sejam amparadas pelo AME. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
OPORTUNIDADE
imagem do cartão
Novo Cartão de crédito queridinho do Brasil, sem anuidade e que você pode solicitar agora 34.787 pessoas já solicitaram

O benefício deve ser concedido em duas parcelas para dois grupos familiares distintos. O primeiro é composto por 17.176 mil famílias que alegaram possuir uma renda per capita de até R$ 178 e que estão devidamente registradas no Cadastro Único (CadÚnico).

Este é o grupo elegível para o Bolsa Família, mas que não foi contemplado pelo Governo Federal no auxílio emergencial oficial. Desta forma, podem receber duas parcelas no valor de R$ 150 nos meses de maio e junho. 

Enquanto isso, o segundo grupo é composto por 12.451 famílias incluídas no Bolsa Família e que possuem em sua composição, crianças com até três anos de idade incompletos. Tendo em vista que já são contempladas pela bolsa, essas famílias apenas receberão um complemento no valor de R$ 50.

Antes de fazer a retirada do cartão alimentação, é preciso acessar o portal Conecta Recife e inserir o número do CPF ou do Número de Identificação Social (NIS).

Se o cidadão estiver apto ao AME, ele será redirecionado para uma página onde poderá fazer o agendamento para a retirada do cartão entre o dia 24 de maio a 1º de junho, próxima terça-feira, entre o período de 08h às 17h.

A distribuição acontecerá nos seguintes pontos:

  • Sesc Santo Amaro: Praça do Campo Santo, 1-101 – Santo Amaro;
  • Estádio José do Rêgo Maciel: Av. Beberibe, 1285 – Arruda; 
  • Escola Técnica Miguel Batista: Av. Norte Miguel Arraes de Alencar, 7487 – Macaxeira;
  • Centro Social Urbano Bido Krause: Avenida 11 de agosto, s/nº – Curado;
  • Compaz Ariano Suassuna: Av. Gen. San Martin, 1208 – Cordeiro;
  • Geraldão: Av. Mal. Mascarenhas de Morais, 7787 – Imbiribeira.

Ressaltando que no ato de retirada do cartão do auxílio emergencial, o beneficiário precisa apresentar o CPF ou NIS junto ao documento de identidade original com foto.

No total, o auxílio emergencial municipal contará com um investimento de R$ 6,4 milhões, responsáveis pelo pagamento aos beneficiários durante os meses de maio e junho.

Goiás

Enquanto isso, o cartão alimentação no Estado de Goiás será destinado aos alunos da rede de ensino estadual. A previsão é para que 530 mil alunos devidamente matriculados sejam amparados pelo benefício. 

O cartão alimentação goiano vem recarregado com a quantia de R$ 30. A administração estadual começou a distribuição da ferramenta no dia 19 de maio, com o objetivo de substituir a entrega dos kits de alimentação que seriam disponibilizados na merenda escolar.

O auxílio será pago aos familiares dos estudantes entre o período de maio, junho e julho para os alunos matriculados nas escolas da rede de ensino estadual. Tendo em vista que cada aluno tem direito à quantia de R$ 30, se um mesmo pai/mãe tiver dois filhos, o valor final pago será R$ 60.

Cartão alimentação: Veja como receber benefício em Pernambuco e Goiás
Cartão alimentação: Veja como receber benefício em Pernambuco e Goiás. (Imagem: Jornal de Brasília)

O cartão alimentação poderá ser usado em qualquer estabelecimento credenciado à bandeira adotada, desde que a quantia seja utilizada exclusivamente em itens alimentícios.

Lembrando que não há um prazo para que o crédito seja utilizado. Apenas em Goiânia, capital do Estado, 49 mil cartões já foram entregues. 

Portanto, assim que cada instituição de ensino da rede estadual estiver em posse do cartão alimentação, a administração da instituição irá entrar em contato com os pais ou responsáveis do aluno para agendar uma data e horário para a retirada do item.

É preciso mencionar que o cartão alimentação está vinculado ao Cadastro de Pessoa Física (CPF) de cada estudante.

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR.