Prova de vida do INSS volta a ser obrigatória para 36 milhões de brasileiros

Prova de vida do INSS volta a ser obrigatória nesta semana. Os segurados previdenciários que estão com as renovações de seus cadastros em atraso desde março e abril de 2020 precisam ficar atentos ao novo cronograma de atualização. O procedimento, inicialmente suspenso pela pandemia, voltará a ser realizado, podendo resultar na suspensão dos benefícios.

Prova de vida do INSS volta a ser obrigatória para 36 milhões de brasileiros (Imagem: Google)
Prova de vida do INSS volta a ser obrigatória para 36 milhões de brasileiros (Imagem: Google)

Depois de mais de um ano suspensa, a prova de vida do INSS voltará a ser obrigatória. A partir desta terça-feira (01), os segurados em atraso desde março e abril de 2020 são convocados para fazerem suas atualizações. De acordo com o novo cronograma, a previsão é de que todos estejam regularizados até dezembro deste ano.

Calendário da prova de vida do INSS

  • Quem não realizou em março/abril de 2020, realizará em junho de 2021;
  • Quem não realizou em maio/junho de 2020, realizará em julho de 2021;
  • Quem não realizou em julho/agosto de 2020, realizará em agosto de 2021;
  • Quem não realizou em setembro/outubro de 2020, realizará em setembro de 2021;
  • Quem não realizou em novembro/dezembro de 2020, realizará em outubro de 2021;
  • Quem não realizou em janeiro/fevereiro de 2021, realizará em novembro de 2021;
  • Quem não realizou em março/abril/ maio de 2021, realizará em dezembro de 2021.

Como fazer minha prova de vida?

A realização do procedimento pode ser feita de duas formas. A primeira é presencialmente, sendo necessário comparecer até uma agencia bancária. Nesse caso, basta apresentar um documento oficial com foto e comprovar os dados registrados no sistema do INSS.

Outra possibilidade é a prova de vida online, porém vem sendo realizada por grupos específicos. Por se tratar de um projeto piloto do INSS, ou seja, ainda em testes, ela só pode ser feita pelos segurados que foram convocados via SMS.

Nesse caso, é preciso instalar o aplicativo do Meu INSS e do Gov.Br e estar cadastrado em ambos. Uma vez conectado, é basta seguir o passo a passo exibido na tela para poder fazer todas as fotografias de seu rosto.

O usuário deve ainda anexar um documento oficial também com foto e validar o processo. Através do sistema de reconhecimento facial a prova de vida será efetivada.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.