Fase de transição em SP foi prorrogada; saiba como o comércio vai funcionar

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou na quarta-feira (26) a prorrogação da fase de transição em todo o Estado. Ele afirmou que o momento é de cautela com a pandemia causada pelo novo coronavírus.

Fase de transição em SP foi prorrogada; saiba como o comércio vai funcionar
Fase de transição em SP foi prorrogada; saiba como o comércio vai funcionar (Foto: Divulgação / Governo de SP)

Na fase, o funcionamento do comércio e serviços é permitido das 6h às 21h e a capacidade máxima de pessoas nos estabelecimentos segue em 40%. O toque de recolher seguirá das 21h às 5h.

Essa transição para uma quarentena mais branda foi anunciada no dia 16 de abril, com duração inicial de 15 dias, ou seja, até 1° de maio, mas foi prorrogada mais duas vezes.

Ainda nesta quarta-feira (26), o Instituto Adolfo Lutz confirmou a infecção de um homem com a variante indiana da covid-19 em São Paulo. 

O homem é morador de Campos dos Goytacazes (RJ), ele voltou da Índia no sábado (22), realizou um novo teste ao chegar no Aeroporto Internacional de Guarulhos e partiu para o Rio de Janeiro logo em seguida.

Com a confirmação do teste, ele seguiu para o isolamento e agora as autoridades vão monitorar as pessoas no voo e quem mais teve contato com este homem.

O que pode funcionar e em quais horários em SP

  •  Atividades comerciais, das 6h às 21h;
  • Restaurantes e similares, das 6h às 21h;
  • Salão de beleza e barbearia, das 6h às 21h;
  • Atividades culturais, das 6h às 21h;
  • Academias, das 6h às 21h;
  • Parques estaduais e municipais, das 6h às 18h;
  • Atividades religiosas com protocolos de saúde;
  • Toque de recolher das 21h às 5h;
  • Todos os locais com 40% da capacidade de ocupação;
  • Escalonamento do horário de entrada e saída de atividades do comércio, serviços e indústrias.

Outros anúncios

O governo anunciou ainda o avanço na vacinação contra o novo coronavírus no mês de agosto. Inicialmente, entre os dias 2 a 16, será a vez de pessoas com idades entre 50 e 54 anos. Depois, entre os dias 17 e 31, será a vez de quem tem entre 45 e 49 anos.

O governo também informou que a vacinação dos trabalhadores aeroviários no dia 28 de maio e dos portoviários no dia 1º de junho. Estima-se que 40 mil pessoas devem ser imunizadas em ambos os grupos.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Fase de transição em SP foi prorrogada; saiba como o comércio vai funcionar

×
Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA