Ainda não enviou o Imposto de Renda 2021? Saiba quais documentos incluir

Pontos-chave
  • Os contribuintes terão até dia 31 de maio para entregar o imposto de renda;
  • Para isso precisam estar atentos aos documentos que devem entregar;
  • Aqueles que não entregaram o imposto pagam multa.

Até o dia 31 de maio os brasileiros precisam entregar a declaração do Imposto de Renda. Por isso, é necessário que tenha em mãos uma série de documentos para que não tenha que fazer retificação. 

Ainda não enviou o Imposto de Renda 2021? Saiba quais documentos incluir
Ainda não enviou o Imposto de Renda 2021? Saiba quais documentos incluir (Foto: Montagem/FDR)

Aqueles que atrasarem a entrega terão de pagar multa de 1% sobre o imposto devido ao mês, com valor mínimo de R$ 165,74 e máximo de 20% do imposto devido.

Quem deve declarar o Imposto de Renda?

Devem declarar o Imposto de Renda em 2021:

  • quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2020. O valor é o mesmo da declaração do IR do ano passado.
  • contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil no ano passado;
  • quem obteve, em qualquer mês de 2020, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;
  • quem teve, em 2020, receita bruta em valor superior a R$142.798,50 em atividade rural;
  • quem tinha, até 31 de dezembro de 2020, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil;
  • quem passou para a condição de residente no Brasil em qualquer mês e se encontrava nessa condição até 31 de dezembro de 2020;
  • quem optou pela isenção do imposto incidente em valor obtido na venda de imóveis residenciais cujo produto da venda seja aplicado na aquisição de imóveis residenciais localizados no país, no prazo de 180 dias, contado da celebração do contrato de venda.
Ainda não enviou o Imposto de Renda 2021? Saiba quais documentos incluir
Ainda não enviou o Imposto de Renda 2021? Saiba quais documentos incluir (Foto: FDR)

Documentos necessários na declaração

  • Informes de rendimentos de instituições financeiras, inclusive corretora de valores;
  • Informes de rendimentos de salários, pró-labore, distribuição de lucros, aposentadoria, pensão etc.;
  • Informes de rendimentos de aluguéis de bens móveis e imóveis recebidos de pessoas jurídicas;
  • Informações e documentos de outras rendas recebidas no ano, como pensão alimentícia, doações e herança;
  • Resumo mensal do livro caixa com memória de cálculo do carnê-leão; DARFs de carnê-leão.

Bens e direitos

  • Documentos que comprovem a compra e a venda de bens e direitos;
  • Cópia da matrícula do imóvel e/ou escritura de compra e venda;
  • Boleto do IPTU de 2020;
  • Contratos sociais de empresas em o contribuinte seja sócio.

Dívidas e ônus

  • Informações e documentos de dívida e ônus contraídos e/ou pagos no período.

Informações gerais

  • Dados da conta bancária para restituição ou débitos das cotas de imposto apurado, caso haja;
  • Nome, CPF, grau de parentesco dos dependentes, data de nascimento e endereço atualizado;
  • Cópia da última declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (completa) entregue;

Pagamentos e doações efetuados

  • Recibos de pagamentos ou informe de rendimento de plano ou seguro saúde (com CNPJ da empresa emissora e a indicação do paciente);
  • Despesas médicas e odontológicas em geral (com CNPJ da empresa emissora ou CPF do profissional, com indicação do paciente);
  • Comprovantes de despesas com educação (com CNPJ da empresa emissora com a indicação do aluno);
  • Recibos de doações efetuadas;
  • Comprovante de pagamento de pensão alimentícia em decorrência de decisão judicial por alimentando.

Como colocar o pagamento em débito automático?

Primeiro verifique se terá imposto a pagar no IR 2021. Caso tenha imposto a pagar e quer colocar o pagamento à vista ou das parcelas em débito automático.

É necessário localizar no menu do lado esquerdo da tela a ficha “Resumo da Declaração”. 

Depois, entre no item “Cálculo do Imposto”. O programa abrirá uma tela que informa o valor do “Imposto a pagar”. 

Ao lado do valor, há um quadro com as abas “Parcelamento” e “Informações bancárias”. Entre na aba “parcelamento”.

Caso queira pagar o imposto à vista, selecione o número “1” em “número de quota. Mas atenção, a opção valia apenas até o dia 10 de maio.

Agora, para quem fez o parcelamento, existe a alternativa que incluir a 2ª quota em diante no débito automático. 

Sendo assim, selecione a bolinha ao lado de “A partir da 2ª quota”. Para concluir o processo, entre na aba “Informações bancárias” e preencha o nome do banco, agência e conta com dígito (DV) onde o débito automático do imposto deverá ser feito. 

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Ainda não enviou o Imposto de Renda 2021? Saiba quais documentos incluir

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA