Salário mínimo ideal em abril deveria ter sido de R$ 5.330,69, afirma Dieese

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) divulgou uma pesquisa que mostra o valor ideal do salário mínimo para o mês passado. De acordo com órgão, para uma família de quatro pessoas, o ideal seria R$ R$ 5.330,69.

Salário mínimo ideal em abril deveria ter sido de R$ 5.330,69, afirma Dieese
Salário mínimo ideal em abril deveria ter sido de R$ 5.330,69, afirma Dieese (Imagem: Mehrad Vosoughi/Pexels)

O salário mínimo ideal para uma família com dois adultos e duas crianças equivale a cerca de 5 vezes o piso nacional atual. Hoje, os brasileiros tem como piso salarial R$ 1.100. De acordo com o Dieese, o salário mínimo de 2021 não é suficiente nem para um único membro da família.

A pesquisa realizada foi feita em 17 capitais brasileiras. De acordo com o Dieese, apenas duas dessas apresentaram queda no valor da cesta básica. Diante disso, mais da metade do salário mínimo recebido ficou comprometida com os itens básicos para a alimentação.

A pesquisa contabilizou o piso nacional, após os descontos do INSS. Com o valor foi calculado a compra dos itens necessários para a alimentação de uma pessoa adulta por um mês. Diante disso, foi verificado que, no mês de abril, foi necessário usar 54,36% da renda do trabalhador.

Para piorar a situação, das 17 capitais pesquisas pela Dieese, 15 apresentaram aumento na cesta básica no mês passado. Apenas Belém e Salvador tiveram queda no valor dos itens alimentícios básicos.

Em Florianópolis a cesta básica, no mês de abril, custava R$ 634,53. Esse foi o maior valor encontrado, enquanto que em Salvador ficou por R$ 457,56. Diante disso, a média paga pela cesta nas capitais brasileiras é de R$ 546,045.

Porém, o valor varia de região para região, apresentando aumento e queda distinta. As maiores altas na cesta básica foram encontradas em Campo Grande (6,02%), João Pessoa (2,41%) e Recife (2,21%).

Ao ser compara com o ano passado, as maiores altas foram em: Brasília (24,65%), Florianópolis (21,14%) e Porto Alegre (18,80%). É importante lembrar que, devido á pandemia, os preços dos alimentos tiveram uma alta maior do que o esperado. Veja abaixo o valor médio da cesta básica nas capitais em abril:

  • Aracaju: R$ 469,66;
  • Belém: R$ 505,87;
  • Belo Horizonte: R$ 565,78;
  • Brasília: R$ 587,33;
  • Campo Grande: R$ 586,26;
  • Curitiba: R$ 583,61;
  • Florianópolis: R$ 634,53;
  • Fortaleza: R$ 525,26;
  • Goiânia: R$ 556,27;
  • João Pessoa: R$ 490,04;
  • Natal: R$ 478,23;
  • Porto Alegre: R$ 626,11;
  • Recife: R$ 471,52;
  • Rio de Janeiro: R$ 622,04;
  • Salvador: R$ 457,56;
  • São Paulo: R$ 632,61;
  • Vitória: R$ 610,98.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, além de realizar consultoria de redação on-line.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA